BateristasPT.com

BateristasPT.com (http://www.bateristaspt.com/forum//forum/forum.php)
-   Debates técnicos (Workshop, Clínica e Masterclasse "virtual") (http://www.bateristaspt.com/forum/forumdisplay.php?f=12)
-   -   Odd time signatures (http://www.bateristaspt.com/forum/showthread.php?t=11998)

Filipe Qua, 4 de Fevereiro de 2009 13:31

Odd time signatures
 
Para interiorizar medidas de tempo não quadradas (4/4 , 2/4, 8/8, etc) sempre achei que a melhor ideia é ouvir musicas nessas medidas e sentir o groove e as acentuações delas.
Aqui estão alguns dos exemplos que mais me influenciaram em time signatures irregulares:

Medidas de tempo de 5
( 5/4 ou 5/8, 10/4 ou 10/8, etc, podem ouvi-lo como quiserem, só muda basicamente na transcrição para o papel. )

O clássico:
Acentuações da bateria - Hi-hats nos tempos 2, 4 e 5; Bombo no tempo 1 e na 3ª tercina do tempo 2
Marcação do contrabaixo nos tempos 1 , 4 e 5
Acentuações do piano na 3ª tercina do tempo 1 e no principio do tempo 3. Também faz a marcação do contrabaixo.
O quarteto do Dave Brubeck tem outros grandes exemplos a 5 no album Time Further Out, com muito solo do mestre Joe Morello ( Far More Drums, Far More Blue )

O errr outro "clássico":
Acentuações no tempo 1, contratempo 2, tempo 4 e 5.

Executado por outro grande baterista em memória de um gigante:
Acentuações da bateria com bombo no tempo 1 e 4ª semicolcheia do tempo 2, tarola no tempo 3 e os tempos 4 e 5 com encaminhações usando tercinas numas e semicolcheias noutras.

Mais uma composição do saxofonista Paul Desmond (autor do Take Five com o quarteto do Brubeck):
Marcação da bateria no Hi-hat no tempo 2 e 5 e Toms na 3ª tercina do tempo 1 e 2 e no principio do tempo 3.

Aconselhado pelo windshear :
Marcação do Baixo no tempo 1 e no contratempo 2. Baqueta no aro no tempo 4.

Medidas de tempo de 7 (7/4, 7/8, múltiplos de 7, etc)

Outra do Dave Brubeck Quartet (do album Time Further Out):
Palmas no tempo 2, 4, 6 e 7. Contrabaixo no 1, 3 e 5

O meu preferido:
Acentuações do Contrabaixo no tempo 1, na 3ª tercina do tempo 4 (que mais para o final ainda fica mais acentuada), e conclusão com duas colcheias no tempo 6 e uma no tempo 7

ZMoney99999:
Este gajo é simplesmente um monstro, adoro este estilo de tocar. Vejam também os outros solos dele sobre outras medidas de tempo.


Outras medidas:

a 12
:
Esta demorei tempo a apanhar:
A contar a partir do motivo (riff) do violino/baixo/guitarra fica do tempo 1 ao 5 (neste 5º tempo é só a nota de terminação do riff e deixa-la ressoar) e depois o resto é encaminhamentos (com o Billy Cobham ali a partir tudo) com algumas marcações esporádicas como por exemplo no 11º e 12º tempos de 2 notas acentuadas do violino.

a 9:
Mais outra grande performance do Billy Cobham com Mahavishnu Orchestra, neste rápido groove a 9, enjoy:


As medidas de 3 e 6 já são mais utilizadas e reconhecíveis, mas mesmo assim ter liberdade completa nelas (para improvisar e tudo mais) continua a ser um desafio e eu gosto de utilizar como referência o My Favorite Things do musical "Música no coração"

Lu Batera Qua, 4 de Fevereiro de 2009 14:18

Re: Odd time signatures
 
Muito bom tópico. Já há algum tempo que queria encontrar referências ou exemplos de temas com odd time signatures. Se se puder alargar a lista, agradeço.

Tom Sawyer Qua, 4 de Fevereiro de 2009 14:38

Re: Odd time signatures
 
Eia, muito bom. Obrigado.

Movido para Workshop, Clínica e Masterclasse virtual.

Filipe Qua, 4 de Fevereiro de 2009 16:36

Re: Odd time signatures
 
Voçês também podem contribuir, é só ouvir muita e boa música e hão-de eventualmente encontrar odd times. É questão de as voltar a ouvir e analisar o ritmo. Estes exemplos são os que me vêm sempre à cabeça quando quero pensar medidas de tempo diferentes, quantos mais exemplos melhor! Mais diversificadas ficam as influências.

windshear Qua, 4 de Fevereiro de 2009 17:28

Re: Odd time signatures
 
Citação:

Mensagem Original de Filipe (Mensagem 101873)
5/4 ou 5/8, 10/4 ou 10/8, etc, podem ouvi-lo como quiserem, só muda basicamente na transcrição para o papel.

Isto não é verdade. Embora haja casos que seja como dizes, tens muitos casos em que a contagem de um 5 num compasso de 10, não é a forma como a música é sentida, uma vez que vais estar a cortar frases a meio.
Não sei se me fiz entender,mas o que quero salientar é que 5/4 é diferente de 5/8 ou de 10/4.

Um 5/4 significa 5 notas de seminima e um 5/8 significa 5 notas de colcheia por compasso. Ou seja, se nos cingirmos ao ponto de vista matematico, um 5/4 = 10/8, mas mais uma vez é preciso ter em conta a ressalva que fiz acima, tudo depende da respiração do tema, e muitas vezes esta igualdade não é verdade.

Aconselho a verem o Seven Days do Sting. Acho que é o meu 5/4 preferido. ;)

Filipe Qua, 4 de Fevereiro de 2009 18:07

Re: Odd time signatures
 
Citação:

Mensagem Original de windshear (Mensagem 101907)
Isto não é verdade. Embora haja casos que seja como dizes, tens muitos casos em que a contagem de um 5 num compasso de 10, não é a forma como a música é sentida, uma vez que vais estar a cortar frases a meio.
Não sei se me fiz entender,mas o que quero salientar é que 5/4 é diferente de 5/8 ou de 10/4.

Um 5/4 significa 5 notas de seminima e um 5/8 significa 5 notas de colcheia por compasso. Ou seja, se nos cingirmos ao ponto de vista matematico, um 5/4 = 10/8, mas mais uma vez é preciso ter em conta a ressalva que fiz acima, tudo depende da respiração do tema, e muitas vezes esta igualdade não é verdade.

Aconselho a verem o Seven Days do Sting. Acho que é o meu 5/4 preferido. ;)

Sim windshear eu sei, daí eu ter dito o "basicamente". Não estou aqui para induzir ninguém em erros, mas também não quero complicar o que não precisa de ser complicado e que por vezes o pode ser, como as odd time signatures ;)

O meu objectivo aqui é ajudar-vos a interiorizar estas marcações, logo só digo 5, 7, em vez de 5/4, 7/4, 7/8, etc. Porque ajuda a integrar as acentuações e padrões que se aprende com uma time signature com as outras múltiplas correspondentes ( 5 , 10, 15; 7, 14, 21; e claro o muito importante 3, 6, 9 que muita gente "esquece" o que aprende e usa nos compassos térnarios quando vai tocar a 6 e vice-versa o que é pena ).

Tendo em vista o teu comentário, aproveito para acrescentar outra composição do Paul Desmond (autor do Take Five) intitulada Take Ten, que se pode sentir/respirar como um 5 ou como um 10. A melodia do sax ocupa dois compassos, ou seja 10; E também essa grande performance do Colaiuta com os Sting (agradeço a contribuição).

Hugo Correia Qua, 4 de Fevereiro de 2009 18:31

Re: Odd time signatures
 
Para mim a "biblia" dos Odd Time signatures é o "Joe's Garage" do Frank Zappa com Vinnie Colaiuta na bateria.

Aquilo sao uns atras dos outros.

Filipe Qua, 4 de Fevereiro de 2009 18:44

Re: Odd time signatures
 
Citação:

Mensagem Original de Hugo Correia (Mensagem 101924)
Para mim a "biblia" dos Odd Time signatures é o "Joe's Garage" do Frank Zappa com Vinnie Colaiuta na bateria.

Aquilo sao uns atras dos outros.

heh não conheço bem esse album do zappa, mas em mothers of invention havia lá uma que me lembro vagamente, o zappa pôs-se a dizer e meio em q time signature tavam a tocar, algo do tipo " the bass is in 5/4, the tambourine in 3/4, the guitar in 6/8 and the saxophone blowing his nose " hehe

Tom Sawyer Qua, 4 de Fevereiro de 2009 19:08

Re: Odd time signatures
 
Citação:

Mensagem Original de Filipe (Mensagem 101926)
heh não conheço bem esse album do zappa, mas em mothers of invention havia lá uma que me lembro vagamente, o zappa pôs-se a dizer e meio em q time signature tavam a tocar, algo do tipo " the bass is in 5/4, the tambourine in 3/4, the guitar in 6/8 and the saxophone blowing his nose " hehe

Eh eh, esse comentário é mesmo típicamente Zappa. :)) Em que álbum é que tá isso, sabes?

Citação:

Mensagem Original de Hugo Correia (Mensagem 101924)
Para mim a "biblia" dos Odd Time signatures é o "Joe's Garage" do Frank Zappa com Vinnie Colaiuta na bateria.

Aquilo sao uns atras dos outros.

Fantástico álbum, nunca reparei muito nos odd times, mas é de facto uma performance incrível do Vinnie.

Hugo Correia Qua, 4 de Fevereiro de 2009 22:18

Re: Odd time signatures
 
No drummerworld alguem se deu ao trabalho de transcrever uma parte da bateria do Joe's Garage!!

http://www.drummerworld.com/Drumclin...utagreasy.html

Em 19/16 !!!!e outras partes em 4/4 (deve ser para descansar...)

Esqueci-me de dizer que tambem tem umas partes em 21/16. Foi gravado num so take... Impressionante!!

Hugo Correia adicionou o seguinte texto, 98 minutos e 10 segundos depois:

Filipe Qua, 4 de Março de 2009 23:20

Re: Odd time signatures
 
Adicionei um video nas medidas de 7 de um user do youtube que tem lá uns solos muito bons.

Brasas Qui, 8 de Outubro de 2009 11:44

Re: Odd time signatures
 
Hum post mesmo muito interessante.

Filipe Qui, 8 de Outubro de 2009 14:35

Re: Odd time signatures
 
Bom desenterranço brasas ! :D

Aproveito para acrescentar mais uma odd time signature, desta vez a 9: Mahavishnu Orchestra - Vital Transformation (editado no post inicial).

JP_ Qui, 8 de Outubro de 2009 15:37

Re: Odd time signatures
 
Permite-me a correcção. Tradicionalmente, os pratos choque marcam o 2 e o 4, em todos os compassos que o permitem.

3/4 - marca-se o 2, porque não há 4.
4/4 - marca-se o 2 e o 4
5/4 - marca-se o 2 e o 4, e espera-se 2 tempos para voltar a marcar o 2.
etc...

Filipe Sex, 9 de Outubro de 2009 00:08

Re: Odd time signatures
 
Sim JP_ , concordo que é a forma mais standard de utilizar os choques.
Mas não percebi o teu post, é correcção do que?

DON METAL Ter, 27 de Outubro de 2009 22:20

Re: Odd time signatures
 
Ola pessoal
Tenho noção que este tema é importante e interessante,mas não percebo nada disto:cry2:

Ouço muitíssima música mas não sei em que tempo são tocadas as músicas,nem regulares nem irregulares.nem com a ajuda dos vídeos lá fui:sleep:

Alguém têm paciência e disponibilidade para explicar isto a um verdadeiro nabo na matéria:rolleyes:?

Cumps DON

Filipe Sex, 30 de Outubro de 2009 00:07

Re: Odd time signatures
 
Citação:

Mensagem Original de DON METAL (Mensagem 134311)
Ola pessoal
Tenho noção que este tema é importante e interessante,mas não percebo nada disto:cry2:

Ouço muitíssima música mas não sei em que tempo são tocadas as músicas,nem regulares nem irregulares.nem com a ajuda dos vídeos lá fui:sleep:

Alguém têm paciência e disponibilidade para explicar isto a um verdadeiro nabo na matéria:rolleyes:?

Cumps DON

Olá,

Foi para isso que criei este tópico.
Lê os comentários que faço aos videos onde mostra como a marcação dos compassos está a ser feita (quer seja pela bateria, baixo ou outros instrumentos) e ouve os videos a pensar nisso. Eventualmente irás interiorizar essas marcações e perceber onde estão os tempos do compasso.

Depois para aplicares isso na bateria, pega num metronomo e dá-lhe sem pensar no amanhã ;P Assim tipo isto: http://www.mediafire.com/?mdjqvimzz3w

Cumps,
Filipe

DON METAL Sáb, 31 de Outubro de 2009 10:08

Re: Odd time signatures
 
Olá

Pois grande Filipe fiz como me disseste,mas foi sem sucesso:icon_cry:

Eu perco-me,para eu perceber tinha de pausar(ex.1 2 3 4 pausa 1 2 3 4 pausa....)não consigo perceber o compasso e fico a contar até ao 30 ou 40:offtopic1:!!

Ouvi a faixa que puseste aí mas quando começa a tocar em tudo o que é sitio eu já não noto 1 2 3 4 5 em lado nenhum:icon_confused:.

Outra questão, se tu deres duas pancadas na tarola e uma no bombo são dois compassos ou três?
Tou mesmo no escuro:))
Abraçao e bem hajas pela disponibilidade Filipe:cheer2:

DON

bada Sáb, 31 de Outubro de 2009 14:25

Re: Odd time signatures
 
Bom post, ja o tinha lido e gostei de voltar a ler.

Realmente aquele rapaz que esta a tocar em 7/8 partiu a casa no solo em cima do tema, um montao de permutaçoes, e spacings diferentes.
Gostei mesmo bastante, e o homem tem uma noçao de tempo incrivel.


Mas lembrem-se isto dos compassos compostos nem sempre tem que ser confuso, podem muitas vezes pensar num compasso "normal", e adicionar tempos, ou seja se estao mais habituados a contar 1,2,3,4,1,2,3,4 e custa-vos sentir outro tipo de contagens, partam sempre deste principio, podem contar o habitual 1,2,3,4 e adicionar o numero de tempos que vos falta para os tradicionais, 5,7,8,11 e por ai fora
ou seja 1,2,3,4,1,1,2,3,4,1,1...... estao a tocar um 5 e a contar de uma forma mais facil para ao inicio entenderem o sistema, num 7 podem pensar num 4 mais 3, ou seja, 1,2,3,4,1,2,3,1,2,3,4,1,2,3 em vez de estarem a sentir como um 7 largo, podem sentir isto como pequenas frases mais faceis de interiorizar. Isto e apenas uma visao, nao tem que ser a mais facil nem a mais correcta, mas e uma forma de puderem tentar tocar algo em compostos, numa fase inicial penso que pode ajudar.

Outra forma que por exemplo os americanos usam muito é associar metricas de palavras aos tempos.
Por exemplo fixam uma palavra e veem o seu numero de silabas.

- bateristas -4 silabas, podem enquanto estao a tocar num 4 ir dizendo a palavra ba-te-ris-tas, e por ai fora
- transferencia -5 silabas se o meu portugues nao me estiver a atraiçoar lolol
trans-fe-ren-ci-a, se tocarem em cima disto e cada vez que dizem con for o vosso tempo 1 estao a tocar algo em 5,
- essencialmente - 6 silabas, e-sen-si-al-men-te,

e por ai fora com palavras com diferente numero de silabas, claro que vai ser dificil encontrar palavras com 11 silabas, e ai podem fazer a tal associaçao e compassos, ou seja para termos um 11 por exemplo poderia ser 4 mais 4 mais 3, entao na pratica diziam silaba, bateristas,silaba, ou outras palavras que sejam ate mais melodicas, mas que tenham 4 silabas, mais 4, mais 3
ou 3 mais 3 mais 3 mais 2, ou 5 mais 5 mais 1, e por ai fora.

Ou outra subdivisao qualquer, podem fazer uma frase que no seu todo tenha 11 silabas, ex "o bateristas é um grande forum" se nao me enganei esta frase tem 11 silabas, ou seja 11 possiveis tempos, tocam enquanto dizem esta frase, e no fim ao voltarem ao 1 fizeram um compasso de 11


Claro que depois aqui falta saber o valor da figura que estamos a executar, o que nos vai dizer se é um 5/4, 5/8. Ai ja complica um pouco mais porque realmente 1 5/4 ou um 5/8 sao diferentes, o que muda é o valor da figura ritmica que nos preenche o compasso de 5 tempos. Mas penso que para uma comprensao inicial do que pode ser um compasso composto tem ai algumas dicas que podem ajudar...... ou nao lolol, espero que sim.

Atençao a duas coisas distintas, uma coisa e tocar-mos num 7/8 por exemplo, outra coisa é fazermos septinas num compasso de 4 ou 8.

Um coisa sao compassos compostos e tocar em 5,7,9 como o nome diz em compassos destes tempo, ou seja o compasso tem este numero de tempos por cada barra. outra coisa e dentro de um compasso de 4 utilizar-mos diferentes figuras ritmicas, podemos dentro de um compasso de 4 tocar todas as figuras em tercinas, quintinas, septinas e por ai fora, sao duas coisas distintas. Aconselho a quem tiver por curiosidade este tema a ver os dvds e os livros do Gavin Harrison, que tentar explicar isto por palavras por aqui torna-se um pouco confuso.


Baterista que eu aprecio que usam muito ambas as situaçoes:

- Virgil donati - este usa as duas, compassos compostos e spacings e figuras ritmicas diferentes dentro do mesmo compasso
- Gavin Harrison - tb usa as duas
- Thomas Hake
- Danny carey
- Dave weckl
- Vinnie colaiuta - usa tudo e mais alguma coisa
- Bill stuart - utiliza tudo essencialmente com o seu pe do prato de choques, percorre um inumero numero de figuras nas suas performances
- Steve smith - em varios projectos dele utiliza muito este tipo de informaçao, aconselho o tema "songs of my father", versao do ultimo album do Victor Wooten, com o mesmo tempo a musica toda temos diferentes nuances ritmicas, e da bem para ver estas tais diferenças

entre muito outros grande bateristas que utilizam muito isto.


abraços e espero ter complicado algo as vossas cabeças e que vos ponha a pensar :)

DON METAL Dom, 1 de Novembro de 2009 09:23

Re: Odd time signatures
 
Hei Bada:)

Grande explicação,sim senhor, bem hajas:icon_smile:

Mas eu perco-me,não consigo compreender bem os tempos:icon_confused:,não sei como fazer???
talvez assim consiga perceber:toilet:com esforço...


Em que tempos está esta música,talvez com uma que já ouvi muitas vezes e não tão complexa lá vá;)

Bem Hajam

cumps DON

Snooze Dom, 1 de Novembro de 2009 15:50

Re: Odd time signatures
 
Citação:

Mensagem Original de DON METAL (Mensagem 134735)

Em que tempos está esta música,talvez com uma que já ouvi muitas vezes e não tão complexa lá vá;)

Bem Hajam

cumps DON

Parece-me um 4/4 normal.

Para tirares as duvidas ouve esta música:
Repara no riff de guitarra inicial, sente a pulsação e verificas que o riff repete-se de 7 em 7 batidas(batida = cada vez que bates o pé). A bateria entra e o baterista faz aquele "acento" no hihat antes do beat 1 que é quando começa um novo ciclo. Presta atenção aos breaks dele, todos eles antevêem a primeira batida.

DON METAL Dom, 1 de Novembro de 2009 18:05

Re: Odd time signatures
 
Hei Snooze:)

Bem hajas pelo vídeo meu caro finalmente consegui lá chegar...nessa música:))já não foi mau!!!

Não percebo é como no vídeo que eu meti contas 4/4:icon_confused:.

Ajudavas-me imenso se me explicasses como contas porque contigo parece que percebo;)

Bem hajas e abraço

DON

Snooze Seg, 2 de Novembro de 2009 13:26

Re: Odd time signatures
 
Acho que o que te está a confundir é a acentuação que eles dão na 4ª batida. Fica 1 2 3 4, 1 2 3 4, 1... isto no riff aos 13 segundos, que presumo que seja esse o que te confunde. Eu não chamaria aquilo odd beat, quanto muito é um ritmo sincopado, já que o acento faz-me onde normalmente não se faz. O resto da música é bastante directa. Bate as palmas, o pé, ou whatever, tens que marcar a pulsação, e toma atenção quando os riffs se repetem e quando o baterista acentua com o prato o inicio de cada ciclo.

Filipe Seg, 2 de Novembro de 2009 16:16

Re: Odd time signatures
 
O som que tu postaste don metal, é um 4/4 normal sim... até aos 1:40 , onde entra num 6/4 ( ou 6/8 ) mais lento (pesado). Depois retoma o 4/4 até ao fim... Há variações de ritmo da bateria, como por exemplo aos 35secs ou quando entra no refrão, mas não muda a métrica, basta ouvir a guitarra que se mantêm exactamente igual.

Em relação ao som que o snooze postou... "como eu diria, da mesma maneira que nos videos do meu post inicial..." :

Tarola nos tempos 2,4,6 e 7. Hi-hat aberto na 4ª semicolcheia do tempo 7

Isto não tem nada de por aí alem, só que tens é de sentir o som, ou seja, ouvir a musica... a melodia, a harmonia, o acompanhamento, o ritmo... e confiar nos teus ouvidos. Bate o pé a cada tempo e conta quantos pés bateste... sei lá... isto não é fisica quantica...

Snooze Seg, 2 de Novembro de 2009 16:41

Re: Odd time signatures
 
Eu até no 1:40 conto 4/4.

DON METAL Seg, 2 de Novembro de 2009 20:28

Re: Odd time signatures
 
ALELUIA:hah:

Filipe,Snooze,bada já lá cheguei:clock:com tempo.

Cada vez que muda o "riff" conta-se do inicio o ciclo da bateria,ai é que estava o problema não tinha referencia e estava sempre a contar:animal:

É mesmo como o Filipe diz no ultimo paragrafo :)

Uma pessoa não nasce ensinada;)

O Meu sincero Bem Hajam carissimo Filipe e Snooze pela paciência, ajuda e disponibilidade:cheer7::cheer7::cheer3:

Muito grato DON METAL

Snooze Seg, 2 de Novembro de 2009 22:19

Re: Odd time signatures
 
weeee! :rocker:

Agora o próximo desafio é postares um video teu a tocar um 7/4 ou coisa do género! :D

bada Seg, 2 de Novembro de 2009 23:03

Re: Odd time signatures
 
Boa, parabens. Agora é sempre a dar-lhe, vais virar super progressivo heheheheh

Filipe Ter, 3 de Novembro de 2009 00:12

Re: Odd time signatures
 
DON METAL: agora não te esqueças do que aprendeste aqui - a música é para ser sentida, se não, não faz sentido.

Agora falta é explicares-me como contas esse 4/4 ao 1:40, Snooze
Citação:

Mensagem Original de Snooze (Mensagem 134865)
Eu até no 1:40 conto 4/4.


Snooze Ter, 3 de Novembro de 2009 13:37

Re: Odd time signatures
 
Não consigo contador 6/4. Para mim ele bate o bombo no 1 e a tarola no 3.

DON METAL Ter, 3 de Novembro de 2009 22:05

Re: Odd time signatures
 
Citação:

Mensagem Original de Snooze (Mensagem 134920)
weeee! :rocker:

Agora o próximo desafio é postares um video teu a tocar um 7/4 ou coisa do género! :D

Um off topic eu não tenho bateria:icon_cry:um dia mas inda não tenho!!

Quanto à questão que o Filipe colocou eu também não conto 4/4,concretamente entre o minuto 1:05 e 1:08 da 6 batidas penso que seja aí;)mas posso estar enganado:)).

Exactamente Filipe a musica é para ser sentida: eu hoje tava a ouvir e a contar e disse cá para mim isto assim não tem piada nenhuma, toca a bater os pés:rocker: ,tenho este vicio tou sempre a bater os pés:rocker:será tique de baterista?:cheer2:hehehe

Abraçao pessoal Bem Hajam mais 1 vez:icon_smile:

DON

Snooze Ter, 3 de Novembro de 2009 22:54

Re: Odd time signatures
 
nah.. para mim é tudo corrido a 4/4. :))

e não me façam ouvir mais a música. :naughty:

Filipe Qua, 4 de Novembro de 2009 17:31

Re: Odd time signatures
 
Ok snooze... tu fica nos teus 12 compassos de 4/4 ao 1:40

Eu pessoalmente, prefiro sentir as 2 voltas de 4 compassos a 6/4 (uma time signature de 6 bem definida pelo riff da guitarra), em que na 2ª volta o baterista acrescenta o pedal duplo (e sim ele está a tocar o bombo no 1 e tarola no 3 num suposto 4/4... mas a isso chama-se Paralelismo).

DON METAL Qua, 4 de Novembro de 2009 22:07

Re: Odd time signatures
 
Citação:

Mensagem Original de Snooze (Mensagem 135085)
e não me façam ouvir mais a música. :naughty:

:lol2: hehehe,esta foi forte:hah:hahaha

Mas afinal tenho razão no ultimo post ou não? (não percebo a terminologia técnica que o Filipe utiliza)

O que é uma time signature?

Mais uma questão,como contam o bombo duplo?

Abraçao malta:rocker:

Filipe Ter, 10 de Novembro de 2009 20:02

Re: Odd time signatures
 
Citação:

Mensagem Original de DON METAL (Mensagem 135183)
:lol2: hehehe,esta foi forte:hah:hahaha

Mas afinal tenho razão no ultimo post ou não? (não percebo a terminologia técnica que o Filipe utiliza)

O que é uma time signature?

Mais uma questão,como contam o bombo duplo?

Abraçao malta:rocker:

errr... entre o 1:05 e o 1:08 não muda nada... ele diz o nome da música?

Terminologia técnica que eu uso? Qual terminologia man? A unica que usei foi Paralelismo, que expliquei na mesma frase em que a escrevi - Tocar uma medida de tempo em cima de outra medida de tempo (no caso da Black crow, o baterista está a tocar 4/4 em cima do 6/4)

Para verificares que esse som está mesmo a 6, como eu já te disse anteriormente, bate o pé a cada tempo e depois conta quantas vezes o bateste até acabar o que tu achas que é um ciclo (riff). Eu pessoalmente, acho que o ciclo no minuto 1:40 é o riff da guitarra, é o que me capta mais a atenção, e bato 6 vezes o pé até a guitarra voltar a repetir o riff (ciclo). O snooze pelos vistos acha que o ciclo aí, é o da bateria com o bombo no 1 e tarola no 3.

man... "O que é uma time signature?" ... é o nome deste tópico... porque não les o que escrevo? Deve tar umas escrito umas 5 ou 10 vezes no 1º post, é Medida de Tempo (time signature) ou Medida de Tempo Irregular (Odd time signature) ou seja, isto tudo que temos andado a falar... :\

Contar o bombo duplo... ? Se te estás a referir à 2ª volta do 6/4 (que eu suponho que ja saibas onde é, ou não percebes a minha "terminologia técnica"?), ele está a dar 24 pancadas no bombo por compasso, ou seja, 4 semicolcheias por tempo (multiplicando pelos 6 tempos do compasso, dá os 24)

Em relação ao snooze... não oiças outra vez que não é preciso...


São agora 06:50. (horário GMT +1)

Copyright ©2001 - 2022, Fórum BateristasPT.com
Powered by vBulletin®
Copyright ©2000 - 2022, Jelsoft Enterprises Ltd.