Ver Mensagem
Não lido Ter, 6 de Julho de 2010   #26
Madeira
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Portimão
Mensagens: 7.611
Madeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luz
Está-se bem! Re: Homosexualidade

Citação:
Mensagem Original de warlike Ver Mensagem
O homem efeminado até ao extremo também me faz confusão. Acho que chegam a ser até pessoas bastante disfuncionais no foro pessoal e social.

Sempre houve homossexuais, por todos os motivos e mais alguns (violações, hábitos adquiridos, etc.), e acho que a humanidade vai continuar a ser assim multifacetada, e que o Hitler nunca iria erradicar os tais degenerados, sejam eles sexuais, raciais, ou físicos/mentais.

Como o LMR referiu, ainda no século passado a homossexualidade era considerada uma doença pelo exército norte-americano. Acho que até poderá advir de algum tipo de doença, mas não será uma doença em si. É, hoje em dia, uma doença social, e não uma doença na sociedade.
Acho que a minha opinião neste assunto está muito próxima da do Warlike...

Sou muito averso àquilo a que considero serem 'aberrações' (que me desculpem os gays que estiverem a ler isto) mas é o que sinto quando vejo os movimentos e tiques de muitos homens gays, os exageros nas roupas, na maneira de falar, nas maquilhagens, etc...

As mulheres gays também me metem confusão, pois se há coisa na vida que gosto de ver é a mulher "feminina", e quando vejo algumas 'tipas' com cabelos curtos ou rapados, cigarros na boca, calças e camisas "à homem"... Enfim, mete-me impressão (para não dizer nojo! - peço-vos desculpa gays, mas julgo que tenho direito a falar a minha opinião)

Para mim, julgo que poderia ser dificil conseguir conviver com um músico gay, mas se a relação profissional a isso obrigasse, então o aspecto profissional teria que estar acima de tudo mais. Reconheço que muitos gays conseguem sobressair no mundo das artes, onde a música também se insere, mas espero que os 'straights' consigam sempre ter uma presença forte neste campo, pois a visão deles não pode tornar-se numa espécie de ditadura...

Contudo, sendo seres humanos têm o direito à vida, como é óbvio, mas também têm o dever de respeitar o próximo, e isso apenas se consegue sabendo que quem não pensa como eles tem direito à reserva! (isto é mais ou menos o mesmo que dizer que quando andam na via pública, deveriam ter 'tino na cabeça', mas os tempos andam como andam, não é...? Certas modas são uma treta! - E querem apostar em como qualquer dia vai ser mal visto ser-se 'straight'...?)




Leonel: O teu testemunho de vida mostra-me mesmo muito sobre aquilo a que um músico pode estar exposto... Tens mesmo muito para ensinar / alertar!
__________________
- Se precisares de contactar um Membro da Equipa de Gestão, clica aqui.
- Antes de abrires um assunto novo, usa o sistema de pesquisas.
> Queres apoiar este fórum? Clica aqui e participa! <
Madeira não está cá agora...