Voltar   BateristasPT.com > ENSAIO, APRENDIZAGEM E PARTILHA DE CONHECIMENTOS > Debates técnicos (Workshop, Clínica e Masterclasse "virtual")
Página Principal Registar FAQ Membros Calendário Pesquisar Mensagens de Hoje Marcar Fóruns como Lidos

Debates técnicos (Workshop, Clínica e Masterclasse "virtual") O local para debater aspectos técnicos sobre a bateria e percussão. Uma espécie de sala de aula conjunta online permanente! Rudimentos, Afinação, Exercícios, Postura, Prática, Truques, Esclarecimento de Dúvidas, Dicas e Partilha de Conhecimento! O verdadeiro Workshop Virtual!
ATENÇÃO: Não publiques divulgações/anúncios de concertos e/ou workshops nesta secção! Obrigado!


Resposta
Opções
Não lido Seg, 17 de Setembro de 2007   #1
Madeira
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Portimão
Mensagens: 7.611
Madeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luz
Ideia Debate: O que é um baterista PRO? O que é preciso fazer para se ser um 'PRO'? Participa!

Inicio este assunto para mover e dar seguimento à acesa (e boa) discussão iniciada no assunto da divulgação da Masterclasse do Vicky em Maio 2008 (ou seja, aqui) e que estava a sair do âmbito original.

Vou tentar seleccionar e mover apenas as mensagens originais adequadas, pois os textos em certa medida misturam os dois temas... Desculpem qualquer coisinha (caso a 'transladação não fique a 100% )

P.S. - Esta mensagem tem a data de 17 Set 2007 porque foi movida de uma mensagem duplicada que eu tinha noutro assunto.

Última edição de Madeira : Ter, 13 de Maio de 2008 às 16:58.
Madeira não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Seg, 12 de Maio de 2008   #2
remopits
 
Membro desde: 17-Abr-2007
Local: Penalva do Castelo
Mensagens: 5
remopits será famoso em breve
Re: DIVULGAÇÃO: Workshop e Masterclass com Vicky - 19, 20 , 21 e 22 de Maio 2008

Boa tarde!

é por esta e por quase todas as situaçoes semelhantes a esta que acho que a liberdade de expressao nao devia ser dada a muitas pessoas..quase nunca utilizei este espaço pq quase todas as pessoas q aqui escrevem sao pseudo-bateristas q nunca chegarão a lado nenhum e q n sabendo a maioria das vezes do que estao a falar mas falam pq so aqui s podem valorizar..

jamais imaginam os sacrificios que e necessario fazer pra s ser como o vicky ou outros mais bateristas do mesmo nivel.

já pensaram que em vez d estarem a escrever e sp a discutir assuntos mts vezes sem o minimo interesse podiam tar a estudar bateria e tentar aprender a tocar??nao criticarem este ou aquele..por favor..e por isto que neste país e dificil viver pq tds pensamos que estamos ao mais alto nivel qd a maior parte n sabe sequer a ponta dum corno..e uma desilusao tao grande ler tantos comentarios a criticar quem e profissional, quem estuda e quem sabe td e n pára no entanto de querer saber mais e trabalha tds os dias pra ser melhor..

Quem for vai e n s vai arrepender d certeza..vai conhecer uma pessoa fantastica, mt humilde e pronta a ajudar em td o q for preciso e um baterista do outro mundo..se custa dinheiro claro q sim mas sao investimentos pessoais que quem realmente quer aprender tem d pagar..

Quem utiliza estes foruns pra s valorizar e criticar achando que alguma vez vao conseguir chegar a algum lado estao mt mas mt enganados..e s acharem q e a internet q vos vai por a tocar bem esqueçam..


TENHAM VERGONHA!!!!
remopits não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #3
xano
 
Membro desde: 22-Mar-2007
Local: Porto
Mensagens: 859
xano é uma jóia em brutoxano é uma jóia em brutoxano é uma jóia em brutoxano é uma jóia em bruto
Re: DIVULGAÇÃO: Workshop e Masterclass com Vicky - 19, 20 , 21 e 22 de Maio 2008

Citação:
Mensagem Original de remopits Ver Mensagem
Boa tarde!

é por esta e por quase todas as situaçoes semelhantes a esta que acho que a liberdade de expressao nao devia ser dada a muitas pessoas..quase nunca utilizei este espaço pq quase todas as pessoas q aqui escrevem sao pseudo-bateristas q nunca chegarão a lado nenhum e q n sabendo a maioria das vezes do que estao a falar mas falam pq so aqui s podem valorizar..

jamais imaginam os sacrificios que e necessario fazer pra s ser como o vicky ou outros mais bateristas do mesmo nivel.

já pensaram que em vez d estarem a escrever e sp a discutir assuntos mts vezes sem o minimo interesse podiam tar a estudar bateria e tentar aprender a tocar??nao criticarem este ou aquele..por favor..e por isto que neste país e dificil viver pq tds pensamos que estamos ao mais alto nivel qd a maior parte n sabe sequer a ponta dum corno..e uma desilusao tao grande ler tantos comentarios a criticar quem e profissional, quem estuda e quem sabe td e n pára no entanto de querer saber mais e trabalha tds os dias pra ser melhor..

Quem for vai e n s vai arrepender d certeza..vai conhecer uma pessoa fantastica, mt humilde e pronta a ajudar em td o q for preciso e um baterista do outro mundo..se custa dinheiro claro q sim mas sao investimentos pessoais que quem realmente quer aprender tem d pagar..

Quem utiliza estes foruns pra s valorizar e criticar achando que alguma vez vao conseguir chegar a algum lado estao mt mas mt enganados..e s acharem q e a internet q vos vai por a tocar bem esqueçam..


TENHAM VERGONHA!!!!
Élááá!!! Essa doeu camarada!!
Nem sei bem por onde lhe pegue, mas cá vamos:

Pá, para começar este fórum é aberto a TODOS, a bateristas principalmente, sejam estes prós ou amadores.
Como deves compreender existem diversas formas de se encarar um hobby ou uma profissão, nem toda a gente quer ser pró, mas também nem toda a gente quer tocar mal e porcamente.
Até porque para se tocar a alto nível implica custos financeiros muito grandes, custos esses que nem todos têm a possibilidade de os poder suportar.

Outra coisa é a definição de pseudo-baterista. O dito pseudo-baterista, é como o mítico pseudo-surfista, o tal que só leva a prancha para a praia para engatar miudas. E muito sinceramente sou da opinião que a grande maioria dos users que são assíduos aqui na praça não anda nisto (só) para impressionar miudas.
Portanto, são pessoas que, tal como tu, "imaginam o sacrifício" de se tornarem bateristas como o Vicky. Eu pessoalmente lamento imenso não ter o dinheiro suficiente para me tornar num pro, até porque caso contrário seria um prazer e não um sacrifício!

Concordo que se calhar muitos perdem mais tempo no fórum do que a estudar, mas lá está, a tal forma como cada um encara a Bateria. Se é correcto ou não isso já é outra conversa.

Ah, e claro, o teu apontamento para a liberdade de expressão. Se fosse como tu achas ou querias, na volta o teu post não teria sido publicado... mas eu defendo o contrário, defendo que toda a gente pode expressar o que pensa, embora sempre com boas maneiras e educação. Acredito que possas ser um belíssimo baterista, mas não és ninguém para julgar quem quer que seja.

Desculpa que te diga, mas TU é que devias ter vergonha por falar assim.

Já me referi ao tópico em questão noutro post. Continuo a achar 200 eur caro, comparativamente a outras situações identicas recentes. Se valerá a pena a Masterclass? Definitivamente sim, por tudo que já foi referido. Temos é de convir que o valor vai afastar muita gente que tal como eu adoraria lá ir.

Cumpts
__________________
myspace.com/alexandre.fonseca

think triplet!
xano não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #4
Alex Soares
 
Membro desde: 21-Out-2007
Local: Alentejo
Mensagens: 1.777
Alex Soares é um glorioso foco de luzAlex Soares é um glorioso foco de luzAlex Soares é um glorioso foco de luzAlex Soares é um glorioso foco de luzAlex Soares é um glorioso foco de luzAlex Soares é um glorioso foco de luzAlex Soares é um glorioso foco de luzAlex Soares é um glorioso foco de luzAlex Soares é um glorioso foco de luzAlex Soares é um glorioso foco de luzAlex Soares é um glorioso foco de luz
Re: DIVULGAÇÃO: Workshop e Masterclass com Vicky - 19, 20 , 21 e 22 de Maio 2008

Citação:
Mensagem Original de remopits Ver Mensagem
Boa tarde!

é por esta e por quase todas as situaçoes semelhantes a esta que acho que a liberdade de expressao nao devia ser dada a muitas pessoas..quase nunca utilizei este espaço pq quase todas as pessoas q aqui escrevem sao pseudo-bateristas q nunca chegarão a lado nenhum e q n sabendo a maioria das vezes do que estao a falar mas falam pq so aqui s podem valorizar..

jamais imaginam os sacrificios que e necessario fazer pra s ser como o vicky ou outros mais bateristas do mesmo nivel.

já pensaram que em vez d estarem a escrever e sp a discutir assuntos mts vezes sem o minimo interesse podiam tar a estudar bateria e tentar aprender a tocar??nao criticarem este ou aquele..por favor..e por isto que neste país e dificil viver pq tds pensamos que estamos ao mais alto nivel qd a maior parte n sabe sequer a ponta dum corno..e uma desilusao tao grande ler tantos comentarios a criticar quem e profissional, quem estuda e quem sabe td e n pára no entanto de querer saber mais e trabalha tds os dias pra ser melhor..

Quem for vai e n s vai arrepender d certeza..vai conhecer uma pessoa fantastica, mt humilde e pronta a ajudar em td o q for preciso e um baterista do outro mundo..se custa dinheiro claro q sim mas sao investimentos pessoais que quem realmente quer aprender tem d pagar..

Quem utiliza estes foruns pra s valorizar e criticar achando que alguma vez vao conseguir chegar a algum lado estao mt mas mt enganados..e s acharem q e a internet q vos vai por a tocar bem esqueçam..


TENHAM VERGONHA!!!!

Vergonha? mas de que? de não ter 200euros para dar por uma Masterclass? "cada um tem o que tem".

Nunca foi posto em causa o Vicky como baterista ou a qualidade da Masterclass, mas sim foi comentado o facto de o preço ser desenquadrado com o nivel de vida em Portugal e alias dos preços que normalmente custa uma Masterclass neste País, como ja tinha referido o Vicky é um excelente baterista mas pessoalmente nao o coloco num patamar acima de por exemplo Michael Lauren ou Hugo Danin...e nunca vi estes Srs levar 200euros por uma masterclass.

Participar no forum não é obrigatorio, mas peço desculpa por nem todos termos possiblidades financeiras para estudar bateria, e assim chegar ao nivel de conhecimentos minimos exigidos pelo Sr. para que se fale sobre este instrumento que é a bateria.
A "Bateria" não tem que ser vista obrigatóriamente como um objectivo profissional, a quem a use apenas como um "Hobby", dai o facto de o forum ser aberto a todos que demonstrem interesse pelo instrumento, para que assim membros com menos experiencia tenham possiblidade de receber ajuda/conselho de membros mais experientes, e se perderes algum tempo a leres o que se escreve por aqui em vez de criticares irás reparar que o forum se pauta pela excelencia nesse sentido...

Essa do Pseudo-baterista tem muito que se diga, existe por aqui membros que são bateristas com carreira e membros que demonstram excelentes qualidades e conhecimentos no instrumento mas que são de uma Humildade impressionante, o mesmo não se pode dizer do Sr. e aliás se "pseudo-baterista" é aquele que critica outros bateristas, ao te achares no direito de criticares os membros do forum acabas-te por te tornar também num "pseudo-baterista", vendo bem talvez até sejas bem vindo a esta comunidade de pseudo-bateristas, até podes aprender alguma coisa...
__________________
[ex-Alex10]
Alex Soares não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #5
Alexandre Costa
 
Membro desde: 8-Jan-2007
Local: Lisboa
Mensagens: 32
Alexandre Costa será famoso em breve
Re: DIVULGAÇÃO: Workshop e Masterclass com Vicky - 19, 20 , 21 e 22 de Maio 2008

Citação:
Mensagem Original de alex10 Ver Mensagem
Vergonha? mas de que? de não ter 200euros para dar por uma Masterclass? "cada um tem o que tem".

Nunca foi posto em causa o Vicky como baterista ou a qualidade da Masterclass, mas sim foi comentado o facto de o preço ser desenquadrado com o nivel de vida em Portugal e alias dos preços que normalmente custa uma Masterclass neste País, como ja tinha referido o Vicky é um excelente baterista mas pessoalmente nao o coloco num patamar acima de por exemplo Michael Lauren ou Hugo Danin...e nunca vi estes Srs levar 200euros por uma masterclass.

Participar no forum não é obrigatorio, mas peço desculpa por nem todos termos possiblidades financeiras para estudar bateria, e assim chegar ao nivel de conhecimentos minimos exigidos pelo Sr. para que se fale sobre este instrumento que é a bateria.
A "Bateria" não tem que ser vista obrigatóriamente como um objectivo profissional, a quem a use apenas como um "Hobby", dai o facto de o forum ser aberto a todos que demonstrem interesse pelo instrumento, para que assim membros com menos experiencia tenham possiblidade de receber ajuda/conselho de membros mais experientes, e se perderes algum tempo a leres o que se escreve por aqui em vez de criticares irás reparar que o forum se pauta pela excelencia nesse sentido...

Essa do Pseudo-baterista tem muito que se diga, existe por aqui membros que são bateristas com carreira e membros que demonstram excelentes qualidades e conhecimentos no instrumento mas que são de uma Humildade impressionante, o mesmo não se pode dizer do Sr. e aliás se "pseudo-baterista" é aquele que critica outros bateristas, ao te achares no direito de criticares os membros do forum acabas-te por te tornar também num "pseudo-baterista", vendo bem talvez até sejas bem vindo a esta comunidade de pseudo-bateristas, até podes aprender alguma coisa...
Só podias ser Alex

Fora de brincadeiras concordo com a tua opinião.
Nem todos temos acesso ao desporto, á musica, á cultura, etc etc como as pessoas ricas (as que possuem dinheiro) têm acesso. Vamos tendo no entanto coisinhas baratas e gratuitas, temos é de procurar bem e estar atentos.

Mas pronto esta em nós as iniciativas que podemos criar ou promover.

No caso deste Masterclass talvez ate valha apena o investimento, mas quem paga a renda da casa dps? quem paga as contas da agua da luz?

Pegando neste excelent post que originou uma discussão bastante interessante dos pseudo bateristas eu queria perguntar á malta se gostariam de participar em acções de demonstrações nas escolas de material de bateria, lições simples, e ofertar algo simbólico para as aulas relacionado com a bateria ou a percussão? Seria uma boa forma de criar mais pseudo bateristas no futuro e uma acção social excelente, que acham da ideia? Vale apena abrir um novo topico para isto, nao vale? Quem é que ja fez este tipo de acções? Onde arranjar patrocínios?

Rock On!
Alexandre Costa não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #6
Madeira
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Portimão
Mensagens: 7.611
Madeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luz
Ideia Re: DIVULGAÇÃO: Workshop e Masterclass com Vicky - 19, 20 , 21 e 22 de Maio 2008

Citação:
Mensagem Original de tonydr1ve Ver Mensagem
Srs. Moderadores, este tópico deveria ser encerrado.
Acho que um fórum deste tipo, a crescer como tem crescido não ganha nada com este tipo de comentários.
Tony, pessoalmente estou de acordo contigo em grande parte do que dizes/pensas.

Ser-se profissional em Portugal é muito difícil, pois a exemplo da própria sociedade portuguesa, existe um certo 'fosso' entre os que estão 'lá em baixo' e os que estão 'lá em cima'. Infelizmente, o que se tem passado neste Assunto é um pouco espelho disso mesmo!

Se muitos se perguntam porque é que músicos de renome não participam em mais eventos deste tipo, pois basta ler esta conversação do início até aqui e ficaremos logo a ver o porquê!

Infelizmente, encerrar este assunto não muda a mentalidade dos membros...

Tenho para mim, que, muitos frequentadores de fóruns como este, usam um o teclado como forma de tentarem 'mandar' cá para fora muitas das questões que não estão resolvidas nas suas vidas/profissões/etc. e que não conseguiriam dizê-lo na frente das pessoas directamente visadas...

E esta é a nossa realidade... Somos um país muito pequeno!

Os que se mantêm na 'corrente' são como as gotas de um rio que corre para o mar... Poucos conseguem (ou querem) sair da corrente e sair para a margem...! Exige esforço! Exige coragem! Exige DIFERENCIAÇÃO em relação aos outros que ficaram na corrente... Os que fazem por sobressair são muito poucos! (porque o esforço para tal é muito!)

Houve um comentário aqui nesta conversação de um membro que dizia algo mais ou menos assim: "se tivesse muito dinheiro, então seria fácil ser profissional"

Pois bem, para se ser profissional, NÃO é necessário muito dinheiro! É necessário, isso sim, sentido de sacrifício, se é que se quer mesmo ser isso! É necessário abdicar de alguns jogos electrónicos, de algumas horas em frente ao computador, de muitas saídas à sexta-feira e ao sábado à noite, de muitos carregamentos no telemóvel, de muitos pares de calças de 'marca', ou de certos relógios e 'daqueles' sapatos XPTO... enfim...!

Há uma frase de um Grande Mestre que viveu há muitos séculos que diz:
Faz o que gostas de fazer e nunca terás que trabalhar na vida!

A vida é feita de escolhas...! Cada um faz a sua!
Madeira não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #7
Alexandre Costa
 
Membro desde: 8-Jan-2007
Local: Lisboa
Mensagens: 32
Alexandre Costa será famoso em breve
Re: DIVULGAÇÃO: Workshop e Masterclass com Vicky - 19, 20 , 21 e 22 de Maio 2008

Citação:
Mensagem Original de Madeira Ver Mensagem
Infelizmente, encerrar este assunto não muda a mentalidade dos membros...
Discordo plenamente que este assunto/tópico seja encerrado...acho que esta a ser bastante elucidativo/informativo/educativo, com perspectivas diferentes quer se concorde com elas ou não.

Quem não quer ler as mensagens ou respostas, simplesmente não leia, é tão simples como isto, basta clicar na "cruzinha" para fechar a janela.

Caso sejam portadores de uma técnica fantástica e de um nível intelectual superior aos membros deste fórum, sugiro que ou tenham paciência para ensinar os demais com as suas opiniões, ou se não, que criem um novo fórum para pessoas superiores ou bateristas fantasticos sem serem incomodados com as opiniões dos pseudo bateristas .

A humildade não se aprende nas aulas do vicky?


Rock on!
Alexandre Costa não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #8
xano
 
Membro desde: 22-Mar-2007
Local: Porto
Mensagens: 859
xano é uma jóia em brutoxano é uma jóia em brutoxano é uma jóia em brutoxano é uma jóia em bruto
Re: DIVULGAÇÃO: Workshop e Masterclass com Vicky - 19, 20 , 21 e 22 de Maio 2008

Citação:
Mensagem Original de tonydr1ve Ver Mensagem
Boas.

Não é por nada, e peço desculpa a todos por este meu desabafo público...

Primeiro que tudo devo dizer que não conheço o Vicky pessoalmente, só profissionalmente.
E posso dizer-vos que é uma referência como baterista profissional que é.

Mas acho que já chega de o pessoal andar aqui a dizer que é isto e que é aquilo.
Achar caro e dizer que não temos possibilidade de assistir ao masterclasse é uma coisa.
Agora andar sempre a massacrar com é ladrão, é uma roubalheira e ta e tal, acho que já é demais.

Por acaso, quando vão comprar alguma coisa a uma loja, se acharem o preço caro, vão ter com o dono da loja e o chamam de ladrão, ou lhe dizem na cara que o preço é uma roubalheira???
Acho que não. Acho que vêm que não têm possibilidades e saem da loja ou vão ver outras coisas.

Deixem-se de cenas. Toda a gente tem de trabalhar. E a malta fixa o preço que quer e onde quer, assumindo o sucesso do seu trabalho ou não.
Se o preço fixado foi de 200€, se calhar foi para limitar as inscrições e proporcionar essa experiência a um menor número de pessoas para que assim a masterclasse fosse mais proveitosa.

A malta queixa-se que uma masterclasse para 5 ou 6 pessoas não são aulas privadas... Se o preço fosse metade, ou metade de metade, a masterclasse teria muita mais gente e depois o que acontecia era:
"...à e tal, era bués de gente, não sei para que paguei os 50 ou 60€... mais valia ser mais caro e tar menos gente..."

Ou querem ir e podem.
Ou querem ir e não podem (o meu caso)
Ou não querem ir e não vão.

Abraços.

tony_DR1VE

Srs. Moderadores, este tópico deveria ser encerrado.
Acho que um fórum deste tipo, a crescer como tem crescido não ganha nada com este tipo de comentários.

Desculpem mais uma vez o desabafo.
Boas, meu caro Tony,

Li e reli este tópico de trás para a frente e de frente para trás. Que me tenha apercebido apenas um user usou uma linguagem menos elegante, quiçá também um desabafo a quente de quem gostaria ir á masterclass e não pode...

Quanto a se dizer isto e aquilo, é a consequência de se utilizar um forum de discussão para divulgar um determinado evento. É um tópico, permite replys, por isso...

... se é um evento para a elite, talvez não devesse ser divulgado num forum que não é elitista, a não ser que entretanto o fórum passou a ser elitista...

... porque se assim o for, acho que esta será a minha ultima intervenção, visto que eu não pertenço a essa elite...

...mas adiante.

Eu respeito e respeitarei sempre toda a gente, sejam Vickys ou Xanos, e nenhum deles me merece especial atenção nesse aspecto. Respeito e ponto! Mas ninguém está acima de ninguém, ninguém é intocável, ninguém é sagrado.

A discussão aqui não é o Vicky!!!!! De uma vez por todas deixe-mo-nos disto, deixe-mo-nos de melindrar com isso. Que saiba toda a gente reconhece nele o grande baterista que é. Ponto.

Se há discussão é porque o assunto foi trazido para um local de discussão.
Se há discordancia é porque há liberdade de expressão.
Se há inconformismo é porque as pessoas acham que podem mudar para melhor o mundo em que vivem.

abraço

xano adicionou o seguinte texto, 21 minutos e 13 segundos depois:

Citação:
Mensagem Original de Madeira Ver Mensagem
Tony, pessoalmente estou de acordo contigo em grande parte do que dizes/pensas.

Ser-se profissional em Portugal é muito difícil, pois a exemplo da própria sociedade portuguesa, existe um certo 'fosso' entre os que estão 'lá em baixo' e os que estão 'lá em cima'. Infelizmente, o que se tem passado neste Assunto é um pouco espelho disso mesmo!

Se muitos se perguntam porque é que músicos de renome não participam em mais eventos deste tipo, pois basta ler esta conversação do início até aqui e ficaremos logo a ver o porquê!

Infelizmente, encerrar este assunto não muda a mentalidade dos membros...

Tenho para mim, que, muitos frequentadores de fóruns como este, usam um o teclado como forma de tentarem 'mandar' cá para fora muitas das questões que não estão resolvidas nas suas vidas/profissões/etc. e que não conseguiriam dizê-lo na frente das pessoas directamente visadas...

E esta é a nossa realidade... Somos um país muito pequeno!

Os que se mantêm na 'corrente' são como as gotas de um rio que corre para o mar... Poucos conseguem (ou querem) sair da corrente e sair para a margem...! Exige esforço! Exige coragem! Exige DIFERENCIAÇÃO em relação aos outros que ficaram na corrente... Os que fazem por sobressair são muito poucos! (porque o esforço para tal é muito!)

Houve um comentário aqui nesta conversação de um membro que dizia algo mais ou menos assim: "se tivesse muito dinheiro, então seria fácil ser profissional"

Pois bem, para se ser profissional, NÃO é necessário muito dinheiro! É necessário, isso sim, sentido de sacrifício, se é que se quer mesmo ser isso! É necessário abdicar de alguns jogos electrónicos, de algumas horas em frente ao computador, de muitas saídas à sexta-feira e ao sábado à noite, de muitos carregamentos no telemóvel, de muitos pares de calças de 'marca', ou de certos relógios e 'daqueles' sapatos XPTO... enfim...!

Há uma frase de um Grande Mestre que viveu há muitos séculos que diz:
Faz o que gostas de fazer e nunca terás que trabalhar na vida!

A vida é feita de escolhas...! Cada um faz a sua!
Boas, meu caro Madeira,

Antes de mais gostaria de acrescentar que em Portugal é difícil ser profissional em qualquer área, não só na área artística (musical, no caso).
Se calhar é reflexo da crise, que nos toca (a uns mais que a outros), mas realmente o dinheiro anda caro, muito caro.

Então ser pro não exige muito dinheiro???? Épá, se calhar como não és pró não sabes do que falas...

Então a saber: Capacidade financeira para se poder estudar com os melhores professores, capacidade financeira para se poder estar durante anos e anos agarrado a um instrumento horas a fio por dia a estudar, capacidade financeira para se poder adquiri material (boas baterias, bons pratos, boas peles, etc, etc). É presiso capacidade financeira para aguentar tudo isto durante muitos anos. E nem toda a gente tem pais ricos, nem toda a gente tem empregos de sonho, que ganha muito e trabalha pouco. No meu Portugal, para se ganhar bom dinheiro a trabalhar é preciso trabalhar muito, pelo menos 5 dias por semana, bastantes horas por dia (muitas vezes mais que as 8 de lei). Que tempo sobra para estudar bateria?? Pouco, demasiado pouco... talvez tão pouco que não chegue para um gajo se tornar pró.

Lá está, a vida feita de escolhas. Concordo! O problema é que a vida não é nenhum concurso de escolha multipla. O problema é que a vida impõe as suas opções, e nem sempre temos ao dispor todas as opções que gostariamos de poder ter.

abraço
__________________
myspace.com/alexandre.fonseca

think triplet!

Última edição de xano : Ter, 13 de Maio de 2008 às 13:56. Razão: Mensagem automaticamente fundida/mesclada pelo sistema.
xano não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #9
Grolubao
 
Membro desde: 18-Ago-2006
Local: Amesterdão
Mensagens: 1.791
Grolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixe
Re: Divulgação: Workshop e Masterclass com Vicky - 19, 20 , 21 e 22 de Maio 2008

Eu acho interessante discutir sobre a questão de ser pró ou não. Verdade é que, com esforço consegue-se ser pro e viver disto. Prova disso presente aqui no fórum é o Miguel Casais e o Alex Zuk. Duas pessoas que se esforçam, e conseguem aquilo que pretendem que é viver da música.

Claro que isto tudo é analisando o presente. Num futuro próximo quem sabe se viverão disto...
Grolubao não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #10
Madeira
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Portimão
Mensagens: 7.611
Madeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luz
Ideia Re: DIVULGAÇÃO: Workshop e Masterclass com Vicky - 19, 20 , 21 e 22 de Maio 2008

Citação:
Mensagem Original de xano Ver Mensagem
Então ser pro não exige muito dinheiro???? Épá, se calhar como não és pró não sabes do que falas...
Sim, sou da opinião que, para sermos profissionais não é necessariamente obrigatório sermos ricos! Nessa 'tarola' continuarei a bater! E agora, cá está a questão da ''liberdade de expressão'': Provavelmente é mesmo melhor ficar caladinho, pois pelos vistos não sei do que ando para aqui a falar, não é?...

Citação:
Mensagem Original de xano Ver Mensagem
Então a saber: Capacidade financeira para se poder estudar com os melhores professores, capacidade financeira para se poder estar durante anos e anos agarrado a um instrumento horas a fio por dia a estudar, capacidade financeira para se poder adquiri material (boas baterias, bons pratos, boas peles, etc, etc). É presiso capacidade financeira para aguentar tudo isto durante muitos anos.
Sim, concordo: alguém que se auto-proponha a seguir semelhante exemplo de vida, só pode necessitar de uma capacidade financeira acima do normal!

Mas a MINHA opinião pessoal (ou seja, falo por MIM!) é a de que ISSO (só por si) não fará de ti um baterista profissional! Não é necessário ter aulas com os "MELHORES" professores, NEM estudar nas "MELHORES" escolas, nem é necessário BOAS baterias ou BONS pratos Nem sequer BOAS peles! - embora seja um motivo de ajuda! Na minha opinião pessoal SÓ ISSO não fará de ti um PRO!

Citação:
Mensagem Original de xano Ver Mensagem
Que tempo sobra para estudar bateria?? Pouco, demasiado pouco... talvez tão pouco que não chegue para um gajo se tornar pró.
Aqui só me dás razão: Para te "tornares pró" tens que fazer escolhas! (e ainda teremos que discutir num outro Assunto aqui no fórum o que é realmente ser-se PRO) Se escolheres mal, então não terás o devido tempo disponível para conseguíres subir na carreira!

Tens que largar certos hábitos/objectos/etc. a que dantes darias mais importância (mais acima, na minha mensagem anterior eu sugeri 'os sapatos', 'as calças', 'o telemóvel', 'as saídas à noite', etc...) Mas, claro está, cada caso é um caso e aqui é difícil de generalizar.

Citação:
Mensagem Original de xano Ver Mensagem
O problema é que a vida impõe as suas opções, e nem sempre temos ao dispor todas as opções que gostariamos de poder ter.
Completamente de acordo! Por isso é que os próprios PROs, que também passaram por este tipo de dilemas nas suas vidas, passaram pelas opções 'impostas' mas sempre tomando decições e escolhas que os levou a estarem onde estão agora neste momento! Uns com mais facilidades, outros com menos facilidades (uns com ajuda de pais/familiares e outros com a 'ajuda' do part-time que tinham num ou mais empregos fora de horas!) Mas muito provavelmente com MUITO trabalho!


POR ÚLTIMO: Acredito que, o esforço de quem toma semelhante objectivo (o de ser 'pro') é mais cedo ou mais tarde recompensado (até financeiramente, como é óbvio) tal como indicou o Grolubao!


P.S: - Estou a gostar da discussão! Enquanto estiver salutar e sem adjectivos desnecessários, tal como o Tony disse, considero este assunto BOM!

P.P.S. - Xano, não me leves a mal...!
Madeira não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #11
xano
 
Membro desde: 22-Mar-2007
Local: Porto
Mensagens: 859
xano é uma jóia em brutoxano é uma jóia em brutoxano é uma jóia em brutoxano é uma jóia em bruto
Re: Divulgação: Workshop e Masterclass com Vicky - 19, 20 , 21 e 22 de Maio 2008

Bom, para começar apelava á transladação da discussão para outro local. Boa discussão esta!!


Madeira,

Não creio de facto que seja necessário ser rico para ser pró. Mas ambos concordamos (espero) que é preciso ter algumas condições ideais reunidas para pelo menos se almejar a tal.
Ter para começar uns pais que incentivem o estudo do intrumento num filho desde tenra idade. E incentivar é só o começo... é preciso adquirir o instrumento, pagar a formação desse instrumento, e sempre conciliando com as despesas normais á educação de um filho.
Depois o factor espaço. Eu sou um previligiado, moro numa vivenda, tenho um espaço fantástico para ter a minha bateria, tenho uma Mãe Fantástica que não se incomoda com a barulheira, vizinhos tolerantes qb. Mas nem toda a gente tem este previlégio.
Evidentemente que não é o equipamento que faz o baterista (embore ajude e muito). Mas para se chegar a um nivel avançado é preciso muita coisa. Muitas aulas com os mestres, muitas horas de estudo, muita força de vontade.

Sintetisando a minha ideia: É preciso muito mais do que apenas o querer.

Não defendo o discurso do coitadinho. Não me lamento do que poderia ter sido ou de quem sou (neste mundo bateristico).

Vejo as coisas somente como elas são.

Falar é fácil. Sonhar também! A realidade contudo é sempre mais dura do que o sonho.

Ahh, e para terminar... por outro lado até sou adepto da lei do funil. (entra muito e sai muito pouco) Todo o processo de selecção natural que destingue os prós dos amadores acaba até por ser benéfico, senão seriamos todos prós, saberiamos de tudo, teriamos tudo e Tudo isto deixaria de ter piada!


abraços.
__________________
myspace.com/alexandre.fonseca

think triplet!
xano não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #12
JoseZ
 
Membro desde: 12-Jan-2008
Local: Portugal
Mensagens: 2.192
JoseZ é mesmo fixeJoseZ é mesmo fixeJoseZ é mesmo fixeJoseZ é mesmo fixeJoseZ é mesmo fixeJoseZ é mesmo fixeJoseZ é mesmo fixeJoseZ é mesmo fixe
Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

Tou a gostar desta discussão tirando mesmo essa parte dos adjectivos, mas pronto...

Resumindo e concluindo:

Citação:
Mensagem Original de xano Ver Mensagem
Todo o processo de selecção natural que destingue os prós dos amadores acaba até por ser benéfico, senão seriamos todos prós, saberiamos de tudo, teriamos tudo e Tudo isto deixaria de ter piada!
... e o BateristasPT era uma seca

Cumprimentos
JoseZ não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #13
Madeira
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Portimão
Mensagens: 7.611
Madeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luz
Gosto Re: Divulgação: Workshop e Masterclass com Vicky - 19, 20 , 21 e 22 de Maio 2008

Citação:
Mensagem Original de xano Ver Mensagem
Bom, para começar apelava á transladação da discussão para outro local. Boa discussão esta!!
Ok! Já cá está ela!


Citação:
Mensagem Original de xano Ver Mensagem
Ter para começar uns pais que incentivem o estudo do intrumento num filho desde tenra idade. E incentivar é só o começo... é preciso adquirir o instrumento, pagar a formação desse instrumento, e sempre conciliando com as despesas normais á educação de um filho.
Sim, aqui não poderia estar mais de acordo! Na música, é mesmo caso para dizer: Filho de peixe sabe nadar e pode ir longe!

Citação:
Mensagem Original de xano Ver Mensagem
Depois o factor espaço. Eu sou um previligiado, moro numa vivenda, tenho um espaço fantástico para ter a minha bateria, tenho uma Mãe Fantástica que não se incomoda com a barulheira, vizinhos tolerantes qb. Mas nem toda a gente tem este previlégio.
Bem... Já tens dois factores que te poderão facilitar bastante para passares para o lado 'de lá'!!! (do profissionalismo!) Já só falta uma banda com bastante potencialidade!

Citação:
Mensagem Original de xano Ver Mensagem
Muitas aulas com os mestres, muitas horas de estudo, muita força de vontade.
Principalmente estas duas últimas! (e com destaque mesmo para a última!)

Citação:
Mensagem Original de xano Ver Mensagem
Ahh, e para terminar... por outro lado até sou adepto da lei do funil. (entra muito e sai muito pouco) Todo o processo de selecção natural que destingue os prós dos amadores acaba até por ser benéfico, senão seriamos todos prós, saberiamos de tudo, teriamos tudo e
Sim, 100% de ACORDO! A 'lei' da selecção 'natural' aqui aplica-se plenamente!

Madeira não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #14
xano
 
Membro desde: 22-Mar-2007
Local: Porto
Mensagens: 859
xano é uma jóia em brutoxano é uma jóia em brutoxano é uma jóia em brutoxano é uma jóia em bruto
Citação:
Mensagem Original de Madeira Ver Mensagem

Bem... Já tens dois factores que te poderão facilitar bastante para passares para o lado 'de lá'!!! (do profissionalismo!) Já só falta uma banda com bastante potencialidade!
Tenho sim senhor, e tenho também o meu indicador de reputação que me diz que irei ser famoso em breve!!!!!! lol


Gostaria muito de retroceder uns anos largos na minha vida para poder emendar uma ou outra escolha menos bem tomada. Uma delas seria ter iniciado a formação musical em tempo útil, e principalmente ter levado a musica a sério (tal como a levo hoje em dia) desde cedo.
Já não tenho qualquer pretensão em me tornar um musico profissional, antes sim tornar-me num profissional da musica!
Toco bateria á coisa de um ano e pouco. Neste ano e pouco aprendi muita coisa, principalmente que leva muitos anos até se ter um nível alto de execução. Mas isso nunca me desmotivou em aprender e melhorar sempre.


A discussão em torno de nos tornar-mos bateristas (músicos) profissionais, terá forçosamente de começar na decisão propriamente dita.
(Terá até algum paralelismo com os jogadores de futebol)
Escolha difícil de se tomar! Será talvez demasiado arriscado num país em que as oportunidades não abundam.
Decisão essa que (muitas vezes) é tomada pelos pais (educadores), porque se se perguntar a um miudo de 10 anos o que quer ser quando for grande, independentemente da sua resposta nunca será levado a sério.
Mas lá está, o ideal é começar de pequenito, para ser poder chegar á idade adulta com um nivel muito bom. E apartir daí então sim senhor, as portas estão bem mais abertas, tal como os horizontes.

Defendo que são necessárias muitas condicionantes para nos tornar-mos prós. O factor económico, ou sócio-económico é determinante, por muito que isto possa chocar ou ferir susceptibilidades. É como querer fazer omoletes sem ovos...

Cumpts!
__________________
myspace.com/alexandre.fonseca

think triplet!

Última edição de xano : Ter, 13 de Maio de 2008 às 19:59.
xano não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #15
JP_
 
Membro desde: 10-Out-2007
Local: Lisboa
Mensagens: 2.622
JP_ é um glorioso foco de luzJP_ é um glorioso foco de luzJP_ é um glorioso foco de luzJP_ é um glorioso foco de luzJP_ é um glorioso foco de luzJP_ é um glorioso foco de luzJP_ é um glorioso foco de luzJP_ é um glorioso foco de luzJP_ é um glorioso foco de luz
Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

Viva!

Para se ser pro?? Para se ser pro é preciso tocar bem. Mais nada. Mas se falamos em pro minimamente famoso, aí já é diferente. Acho que o conceito de pro não foi muito bem interpretado...

A meu ver, as maneiras mais obvias de se ser pro com fama podem ser várias:
Ou se toca muito bem, tem-se jeito e tudo mais. Concursos e outros eventos. Aparece um patrocinio, depois o segundo e por aí adiante, é-se convidado para isto e para aqui, entretanto começa a dar uns workshops, masterclasses, a fazer uns solos e a fazer umas digressões com a baterista tal band e puff, fez-se um baterista famoso.

Ou se toca razoavelmente, muito estudo, muita prática, umas aulinhas, desde cedo, e o talento começa a formar-se. Depois, também entrando em muitos eventos, recolhendo muita informação, continuar a estudar, e ter uma banda activa e séria. Vão surgindo uns contactos e consegue-se um patrocinio ou outro, os concertos continuam, pode até começar a dar aulas, masterclasses e workshops. Outro bateristas famoso, mas com mais trabalho que o primeiro.

Ou se tem uma banda boa que ande para a frente, tenha sucesso e apanhar fama da banda. O baterista pode nem ser muito bom, mas é baterista daquela banda! É famoso. Pode não ser pro, mas nada o distingue dos outros... Toca numa banda e soa bem...!

Ou se é rico, começa-se cedo com uma DW em casa, pai baterista famoso e irmão mais velho baixista. Desde cedo se interessa, ou não, mas vai a aulas nas melhores escolas com os melhores professores. Evolui mais e lá vem na capa da Modern Drummer: "Filho de X já encontrou o mesmo talento do pai!". Patrocinios até não poder mais. Masterclasses, concertos com o grupo de amigos ricos que também tiveram aulas com os melhores professores nas melhores escolas. Enfim. Depois de se tocar bem, contactos e cunhas não faltam.

E há muitas outras, mas, basicamente: Ou se toca bem, ou se estuda muito, ou se é rico.
__________________
www.myspace.com/joaolpereira


JP_ não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #16
João Almeida
 
Membro desde: 24-Nov-2007
Local: Aveiro
Mensagens: 1.582
João Almeida é um glorioso foco de luzJoão Almeida é um glorioso foco de luzJoão Almeida é um glorioso foco de luzJoão Almeida é um glorioso foco de luzJoão Almeida é um glorioso foco de luzJoão Almeida é um glorioso foco de luzJoão Almeida é um glorioso foco de luzJoão Almeida é um glorioso foco de luzJoão Almeida é um glorioso foco de luzJoão Almeida é um glorioso foco de luz
Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

Realmente boa discussão! Eu concordo sempre aqui com o jP ^^

Ao ler o comentário dele lembrei-me que o Lars disse, na entrevista que anda aí pelo nosso fórum, que começou com uma bela bosta de bateria (desculpem o termo e que ainda por cima a comprou em segunda mão! xD Coitado do homem,hehe...digo isto NUNCA discordando do Xano, porque eu tambem sou da opinião que um puto que nasça em 'berço de ouro' e que os pais o metam logo num conservatório com grandes PRO's a ensinar, e chegue a casa e tenha la uma DW á espera cheinha de pratinhos (PAISTE 2002 ) a ocupar mil e quinhentas clamps, obviamente que as motivações são logo outras né?

Mas aí está, até pode ser um puto que não dê valor ao que tem, e até se esteja a burrifar para aquilo...nunca vai deixar de ser uma pessoa q não percebe um boi de musica mas que tem uma bateria toda XPTO...e se calhar uma pessoa que não tem as mesmas possibilidades mas percebe MUITO mais de música, anda a tocar em baldes de tinta virados ao contrario...

é um pouco triste visto assim, mas é o que se arranja...mas o Lars é um bom exemplo do que disse o Madeira...não se tem de ter dinheiro para se ser um PRO (embora o € ajude (bastante))...mas quando se nasce com o 'dom' até a tocar à campainha se faz boa musica ^^

E já agora,uma observação q acho engraçada...enquanto nao temos dinheiro (não somos bateristas famosos) NINGUEM nos liga e muito menos nos dá alguma coisa xD quando já temos rios de dinheiro (já sendo muito famosos) todas as marcas nos querem OFERECER os seus produtos xD haha

São as minha opiniões (a ultima foi no gozo)

abraço povo,grande forum este ^^

PS: Toco bateria á 7 anos, tenho 17 ( e toquei 5 anos piano)...Costumo dizer à 'minha' gente: Para mim,um bom percussionista, não se vê sentado numa bateria...pode-se ver num comboio, à mesa, no pc, na casa de banho, etc etc etc...VEJAM STOMP ^^
__________________
Joao и.
Gretsch Catalina Birch
http://www.bateristaspt.com/showthread.php?t=10442
João Almeida não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #17
Superdgs
 
Membro desde: 16-Abr-2006
Local: qta do conde
Mensagens: 2.374
Superdgs é mesmo fixeSuperdgs é mesmo fixeSuperdgs é mesmo fixeSuperdgs é mesmo fixeSuperdgs é mesmo fixeSuperdgs é mesmo fixeSuperdgs é mesmo fixe
Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

Citação:
Mensagem Original de JP_ Ver Mensagem
Viva!

Para se ser pro?? Para se ser pro é preciso tocar bem. Mais nada. Mas se falamos em pro minimamente famoso, aí já é diferente. Acho que o conceito de pro não foi muito bem interpretado...

A meu ver, as maneiras mais obvias de se ser pro com fama podem ser várias:
Ou se toca muito bem, tem-se jeito e tudo mais. Concursos e outros eventos. Aparece um patrocinio, depois o segundo e por aí adiante, é-se convidado para isto e para aqui, entretanto começa a dar uns workshops, masterclasses, a fazer uns solos e a fazer umas digressões com a baterista tal band e puff, fez-se um baterista famoso.

Ou se toca razoavelmente, muito estudo, muita prática, umas aulinhas, desde cedo, e o talento começa a formar-se. Depois, também entrando em muitos eventos, recolhendo muita informação, continuar a estudar, e ter uma banda activa e séria. Vão surgindo uns contactos e consegue-se um patrocinio ou outro, os concertos continuam, pode até começar a dar aulas, masterclasses e workshops. Outro bateristas famoso, mas com mais trabalho que o primeiro.

Ou se tem uma banda boa que ande para a frente, tenha sucesso e apanhar fama da banda. O baterista pode nem ser muito bom, mas é baterista daquela banda! É famoso. Pode não ser pro, mas nada o distingue dos outros... Toca numa banda e soa bem...!

Ou se é rico, começa-se cedo com uma DW em casa, pai baterista famoso e irmão mais velho baixista. Desde cedo se interessa, ou não, mas vai a aulas nas melhores escolas com os melhores professores. Evolui mais e lá vem na capa da Modern Drummer: "Filho de X já encontrou o mesmo talento do pai!". Patrocinios até não poder mais. Masterclasses, concertos com o grupo de amigos ricos que também tiveram aulas com os melhores professores nas melhores escolas. Enfim. Depois de se tocar bem, contactos e cunhas não faltam.

E há muitas outras, mas, basicamente: Ou se toca bem, ou se estuda muito, ou se é rico.
nao concordo com o q dizes! Há muitos baterista que nao tocam da de especial, vivem da musica, e sao reconhecidos, e há muitos bateristas que são excelentes, mas tocam em garagens... e por cima aqui em portugal a CUNHA é sempre grande,

Digovos, se um baterista tocar numa banda mainstream e q se torne facil de ouvir (entra no ouvido) mais facil será para o baterista! exemplo Baterista Tokio Hotel há muitos bons melhor q ele e vejam onde ele tá! mete algum nojo.. sem minimo esforço... bah

anyways
Superdgs não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #18
xano
 
Membro desde: 22-Mar-2007
Local: Porto
Mensagens: 859
xano é uma jóia em brutoxano é uma jóia em brutoxano é uma jóia em brutoxano é uma jóia em bruto
Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

Digamos que para se tocar bem é preciso um bocadinho mais do que apenas talento. Ninguém nasce ensinado! E é precisamente neste ponto, na formação, nos custos que a mesma acarreta, que sustento toda a minha argumentação.

Concordo com o super (é a 1ª vez?? ) Anda para aí muito musico que teve um bom empurrão, digamos assim. Nem toda a gente singra na vida por mérito próprio, mas gosto de acreditar que quem tem valor será sempre reconhecido.

Ah, quando falo de material, evidentemente não quero cair em exageros. Claro que num plano mais extremo podemos até eventualmente dizer que para o treino basta um pad. Ou então uma qualquer drum ****osa, com uns quaisquer pratos ****osos. Claro que dá para praticar ou estudar, mas dificulta muito a evolução. A motivação é outra tendo bom material, o feeling é diferente, já para não falar, por exemplo ,que pelo menos uma boa tarola faz toda a diferença (dinamicas). (ou um bom ride, ou uns bons hats, ou um bom pedal, ou um bom banco, etc)

Bom, enough, que hoje tou do pior.

abraços
__________________
myspace.com/alexandre.fonseca

think triplet!
xano não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #19
inDyAno
 
Membro desde: 29-Mai-2007
Local: Braga
Mensagens: 380
inDyAno é uma jóia em brutoinDyAno é uma jóia em brutoinDyAno é uma jóia em brutoinDyAno é uma jóia em brutoinDyAno é uma jóia em bruto
Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

remopits ... take some pills :x

Opa, Tenho uma Stagg, e é a alta festa !!!!!!! QUANDO FOR GRANDE E LOGO UMA DW ( ou não ... )

Estou a gostar do tópico...
__________________
[SIGPIC][/SIGPIC] Doble Bass Equalizer !
http://www.myspace.com/mrsurajmaugi
inDyAno não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #20
JP_
 
Membro desde: 10-Out-2007
Local: Lisboa
Mensagens: 2.622
JP_ é um glorioso foco de luzJP_ é um glorioso foco de luzJP_ é um glorioso foco de luzJP_ é um glorioso foco de luzJP_ é um glorioso foco de luzJP_ é um glorioso foco de luzJP_ é um glorioso foco de luzJP_ é um glorioso foco de luzJP_ é um glorioso foco de luz
Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

Citação:
Mensagem Original de Superdgs Ver Mensagem
nao concordo com o q dizes! Há muitos baterista que nao tocam da de especial, vivem da musica, e sao reconhecidos, e há muitos bateristas que são excelentes, mas tocam em garagens... e por cima aqui em portugal a CUNHA é sempre grande,

Digovos, se um baterista tocar numa banda mainstream e q se torne facil de ouvir (entra no ouvido) mais facil será para o baterista! exemplo Baterista Tokio Hotel há muitos bons melhor q ele e vejam onde ele tá! mete algum nojo.. sem minimo esforço... bah

anyways
Era exactamente a essa personagem (baterista do TH) que estava a pensar quando escrevi algumas partes da minha mensagem. É por isso, que distingui PRO de famoso... Eu acho que tu concordas completamente com o meu ponto de vista, mas não o interpretaste deviadamente.
__________________
www.myspace.com/joaolpereira


JP_ não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #21
_TASSE_
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Maia
Mensagens: 2.119
_TASSE_ é mesmo fixe_TASSE_ é mesmo fixe_TASSE_ é mesmo fixe_TASSE_ é mesmo fixe_TASSE_ é mesmo fixe_TASSE_ é mesmo fixe
Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro?


sim, tens que ter dinheiro para ser um pro, a nao ser que tenha formaçao de graça ou sejas ou autodidata muito disciplinado!!!!
__________________

_TASSE_ não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #22
hlw
 
Membro desde: 14-Jan-2008
Local: Santa Iria da Azóia
Mensagens: 535
hlw é mesmo fixehlw é mesmo fixehlw é mesmo fixehlw é mesmo fixehlw é mesmo fixehlw é mesmo fixehlw é mesmo fixe
Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

Boas!

Senhores moderadores, dão-me licença que me ria à fartazana do post do remopits??.....
.
.
.
.
Muito obrigado, foram momentos de boa disposição, claro está que primeiro, embora não chegue a enfiar o barrete, tenho que confessar que tomei uma pastilha rénie para a azia. Sim, pois foi com isso que eu fiquei quando acabei de ler as palavras "pseudo-bateristas" e "tenham juizo".

Tudo bem, sem rancor, eu até gosto quando o pessoal lá do piso de cima se mistura aqui com o povão...Povão esse que é quem mais cedo ou mais tarde, acabada por ditar o destino dos músicos ( sejam pseudo ou não).

Já agora, perder tempo a partilhar e debater ideias??? Com toda a certeza que deve ser perder tempo e não crescer e aprender a viver numa sociedade que não se fecha e que sabe partilhar ideias.

Já agora, se queremos dar moral uns aos outros, se calhar era melhor inscrevermo-nos num curso para catequistas, por isso, se calhar seria melhor ficarmo-nos por algo que nos une ( mesmo que alguns nao o achem) a bateria.


Não acho que seja caro, eu pessoalmente nao tenho dinheiro para dar, mas uma lei de mercado é: não há caro, há aquilo que o cliente está disposto a dar pelo produto. Neste caso, de certeza que haverá gente disposta a pagá-lo.


um grande abraço meus pseudos!
hlw não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #23
warlike
 
Membro desde: 5-Mai-2006
Local: Lisboa
Mensagens: 1.527
warlike é mesmo fixewarlike é mesmo fixewarlike é mesmo fixewarlike é mesmo fixewarlike é mesmo fixewarlike é mesmo fixewarlike é mesmo fixe
Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

Boas dissertações, boas leituras.. Ora aí está, fama e profissionalismo acompanhado do devido respeito podem complementar-se, mas nem sempre. O famoso pelas boas ou más razões, ou o profissional digno, menos famoso, mas muito respeitado dentro do ramo.

Mas voltando ao tema, a minha opinião é basicamente a da malta que aqui postou. Já agora, adiciono que preferia ser um bom e digno profissional sem grande impacto na ribalta do que famoso e a nadar em dinheiro, e não ter nem metade do mérito que me era atribuído. Acho que muitos de vocês também pensam assim. (Por falar nisso, se puderem oiçam o último album de Pain of Salvation )

Para se ser um pro acho que não é preciso muito senão a vontade, o talento (nem sempre, lá está...) e, acima de tudo, a disponibilidade para ter uma banda ou um nome e reputação a defender e haver procura de serviços suficiente para que se consiga lucrar satisfatoriamente com isso. O conhecimento e o domínio da teoria e da técnica penso que ficam para segundo plano. Como já se falou anteriormente, tocar-se sempre a mesma coisa pode tornar-nos muito bons nesse estilo, e isso pode ser lucrativo, pode vender. Mas isso é abdicar de explorar outras técnicas, outros estilos, outras visões e sentimentos sobre o instrumento e a música.

Em Portugal, bateristas profissionais devem haver muitos, mas acredito que poucos consigam ser bateristas a tempo inteiro.
Obrigado por partilharem as vossas opiniões!

Abraços
warlike não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 13 de Maio de 2008   #24
TRex
 
Membro desde: 30-Dez-2007
Local: Portugal
Mensagens: 2.215
TRex é mesmo fixeTRex é mesmo fixeTRex é mesmo fixeTRex é mesmo fixeTRex é mesmo fixeTRex é mesmo fixeTRex é mesmo fixeTRex é mesmo fixe
Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

A quem se digne a ler:

Bom, nem sei por onde começar…talvez por o tópico que deu origem a este ilustre debate. Em relação a esse assunto tenho a manifestar a seguinte opinião, sou a favor da liberdade de expressão a todos os participantes deste fórum, todos sem excepção têm o direito de manifestar as suas opiniões, mas atenção rapaziada, não nos iludamos, liberdade significa responsabilidade e é por isso que tanta gente tem medo dela. Existem outras formas de expor aquilo em que acreditamos, sem a ofensa gratuita ou a pura destilação de veneno. Não existe excesso de liberdade se os que são livres forem responsáveis, o problema é liberdade sem responsabilidade.

Em relação à pergunta do nosso debate “…o que é preciso para se ser um pró…”, na minha humilde opinião, acho que se tem que reunir uma série de factores, dependendo sempre do que cada um quer para si e para a sua vida.
O 1º factor obviamente tem de ser o querer, depois os outros factores em que o factor financeiro é importantíssimo, senão vejamos, imaginem um rapaz, de uma família abastada, que não necessita de trabalhar, tendo todo o tempo do mundo e dinheiro para se dedicar inteiramente a ter aulas com um bom professor, é uma grande ajuda, ou não!? Agora vocês dizem, então e o factor jeito, é realmente importante, mas com uma boa preparação, treino e dedicação conseguem-se colmatar, muitas das virtudes que a vida não nos deu. Nesta situação gosto de dar o exemplo da fórmula 1, o que vale ter jeito se não tiveres patrocínio para participar no mundial, o mesmo se passa aqui, existem de certeza muitos Bateristas com vocação, mas devido às circunstâncias da vida ou por falta de oportunidade, andam na sombra.

Todos os elementos deste fórum certamente, vivem de maneira diferente a “Bateria”, alguns profissionais, presumo que poucos, que dedicam inteiramente a sua vida ao instrumento, outros semi-profissionais, que aliam o facto de terem a sua profissão, indo nas suas horas de ócio, ganhar umas “massas” a tocar nos bailes ou nos bares de música ao vivo, conciliando as duas coisas (receber uns cobres e a pura satisfação), outros como o meu caso pessoal e penso que a maior parte, que têm a possibilidade de ter uma Bateria para utilizar nas horas de lazer, apenas como hobby e satisfação pessoal, e por último aqueles que não têm a oportunidade de ter uma Bateria, mas aspiram vir a ter, sendo inequivocamente uns apaixonados por este instrumento.

Como vocês vêem esta é a verdadeira essência do fórum, tenho dificuldades em expressar o que sinto por este instrumento, mas aqui vai um desabafo, recordo-me quando era puto, de assistir a um concerto, estava completamente vidrado na Bateria, em que cada toque, cada batida, cada movimento, cada sequência rítmica parecia um puro acto de magia e lá estava eu deslumbrado, a olhar para o palco e a pensar…este gajo é um herói, com tanta coisa para bater e o gajo consegue bater sempre no sítio certo…ehehehehe, por mim mandava calar todos os outros instrumentos e ficava ali só a ouvir a Bateria... não sei se me fiz entender!!!

Desculpem-me a expressão, mas dá-me uma pica do caraças como verdadeiro apaixonado por esta arte, poder aprender, falar e partilhar ideias com os excelentes Bateristas que por aqui existem, em que sem presunção ou cagança conseguem partilhar as suas ideias com o pessoal menos experiente, sendo por isso uma óptima escola.

Devo dizer que já participei em alguns fóruns na net, mas poucos com o espírito de camaradagem e dinamismo que este tem.

A todos um bem-haja.


__________________


"Não acrescentes dias à tua vida, mas vida aos teus dias..."
TRex não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 14 de Maio de 2008   #25
xano
 
Membro desde: 22-Mar-2007
Local: Porto
Mensagens: 859
xano é uma jóia em brutoxano é uma jóia em brutoxano é uma jóia em brutoxano é uma jóia em bruto
Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

Um bem-haja a ti também TRex!
Muito bom post!
Não poderia estar mais de acordo contigo!
__________________
myspace.com/alexandre.fonseca

think triplet!
xano não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 14 de Maio de 2008   #26
Madeira
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Portimão
Mensagens: 7.611
Madeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luz
Gosto Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

Citação:
Mensagem Original de xano Ver Mensagem
Gostaria muito de retroceder uns anos largos na minha vida para poder emendar uma ou outra escolha menos bem tomada.
Acho que tu e mais de 90% de todos nós...!


Citação:
Mensagem Original de xano Ver Mensagem
(Terá até algum paralelismo com os jogadores de futebol)
Concordo! Mas a grande vantagem na música é que, se os ouvidos forem sempre bem 'tratados' teremos uma carreira beeeem mais comprida! É uma grande vantagem em relação ao futebol!



Citação:
Mensagem Original de JP_ Ver Mensagem
É famoso. Pode não ser pro, mas nada o distingue dos outros... Toca numa banda e soa bem...!
Exacto! Faltava este ponto de vista! A dualidade fama/profissionalismo.

Citação:
Mensagem Original de JP_ Ver Mensagem
E há muitas outras, mas, basicamente: Ou se toca bem, ou se estuda muito, ou se é rico.
Gostei muito da tua abordagem JP_! Esta última frase espelha bem os principais factores para se conseguir singrar!




Aproveito para dar um caloroso aplauso a todos os intervenientes neste assunto, pois até agora tem sido das melhores discussões que tenho visto neste fórum!



P.S: - Continuemos!
Madeira não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 14 de Maio de 2008   #27
canas
 
Membro desde: 2-Jun-2006
Local: Braga
Mensagens: 232
canas é uma jóia em brutocanas é uma jóia em brutocanas é uma jóia em brutocanas é uma jóia em brutocanas é uma jóia em bruto
Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

Estou a gostar desta discussão. Acho até que é mera coincidência (talvez por se tratar de um fórum de bateria) o tema estar centrado na bateria.

Ora a quase totalidade das opiniões são válidas para qualquer actividade profissional e até corporativa. Pois vejamos que temos empresas de referência, engenheiros reconhecidos, professores consagrados, pintores imortalizados, enfim... já entenderam.

Eu acho que, quer no plano artísticos quer no plano profissional, é necessário suporte financeiro aliado ao trabalho. Génio é aquele que com menos recursos possíveis consegue os maiores resultados. Mas é sempre necessária a disponibilidade financeira, nem que seja para justificar o desperdício dos nossos recursos (tempo e esforço) nessa área.

Se não houver investimento no quer que seja não pode haver retorno e é preciso investir dinheiro e tempo para atingir objectivos.

Um baterista endinheirado, preguiçoso e sem talento provavelmente será classificado de previligiado!

Um baterista pobre, trabalhador e talentoso será somente um gajo com potencial.

Um aparte.

Quantas vezes em conversas entre músicos se ouve dizer "pois esse músico só toca assim porque pode passar 8 horas por dia a treinar"... e depois ficam todos "aliviados" porque essa é a razão da sua mediocridade... a impossibilidade de dedicar muito tempo ao estudo. Mas será que fazemos todo o que está ao nosso alcance? Hum.... não quero acreditar que somos vítimas dos fatalismos do destino, alguma coisa podemos fazer por nós se formos proactivos e almejarmos sempre chegar a PRO!

Concluindo, não sei o segredo para chegar a profissional na bateria mas pode-se ir tentanto.

Saudações
canas
canas não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 14 de Maio de 2008   #28
Grolubao
 
Membro desde: 18-Ago-2006
Local: Amesterdão
Mensagens: 1.791
Grolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixe
Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

Boa discussão!

Primeiro que tudo, acho que deve haver de facto liberdade de expressão, mas também deve haver respeito. No meu entender nem que fosse 1000€ é melhor haver estes eventos do que não haver. Existir a possibilidade de assistir a uma workshop de um baterista de renome como o Vicky é sempre bom, mesmo que não possamos ir.

Segundo, e voltando ao tema em questão, ser Profissional:

De lembrar que o panorama português é bastante diferente do panorama lá fora. Aqui qualquer pessoa com o mínimo de capacidade e esforço é considerado um tipo que toca bem bateria, lá fora a competitividade é mto maior o que faz com que seja muito mais díficil viver da música como pessoa que se esforça.

Acreditem que no fim n é exactamente o esforço e a dedicação, mas sim estar no local certo à hora certa conhecendo as pessoas correctas. Claro que com esforço e dedicação, conseguimos chegar a mais sítios, a mais pessoas, mas no fim o que realmente faz com q um gajo ganhe dinheiro a sério, é a sorte. Isto pode parecer duro, mas é a pura das realidades.

Para mim profissional só é aquele cujo ordenado principal é obtido através da música, até lá são amadores ou semi-profissionais, mesmo que toquem bem, mesmo que tenham jeito. Não tem nada a ver com patrocínios, fazer solos, ou workshops, tem a ver com ganhar dinheiro que dê para suportar a vida.

Depois coloca-se outra questão: Será que um gajo vai querer estar a dar gigs até ao final da vida? Concordo que se deve acreditar nos sonhos, e viver o presente, mas também é necessário ter um pouco de visão futura, e a verdade é que não sei se me vejo com 60 anos a dar gigs, só se realmente tivesse começado cedo e me tivesse tornado uma lenda, o q provavelmente não iria acontecer.
A partir daí há q tomar outras opções, tipo abrir um estúdio, dar aulas, etc, mas isso no fundo é mais pelo guito que outra coisa. Aquilo que realmente me motiva é tocar ao vivo, e não sei se terei a mesma vontade com os tais 60 anos.

Neste momento estou a pensar abandonar o país e ir para a cidade da música: Londres. Quero estar o máximo preparado, e esperar que a sorte me brilhe e que consiga entrar num projecto que tenha projecção, pois de outra forma não conseguirei ser profissional. Se tudo correr mal? Tenho um curso que me apoia.

Neste momento tenho aproveitado grande parte do meu tempo para estudar ao máximo bateria, para estar o mais preparado possível, porque gosto do saber, e porque me dá prazer.

Aqui está uma thread boa sobre o assunto:
http://www.pearldrummersforum.com/sh...d.php?t=194745

Grolubao adicionou o seguinte texto, 18 minutos e 42 segundos depois:

Mais uma thread mto boa:
http://www.pearldrummersforum.com/sh...d.php?t=201724

Estamos a falar de pessoas que passaram por isto td!

Última edição de Grolubao : Qua, 14 de Maio de 2008 às 01:14. Razão: Mensagem automaticamente fundida/mesclada pelo sistema.
Grolubao não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 14 de Maio de 2008   #29
shorebrak
 
Membro desde: 10-Abr-2006
Local: Lisboa
Mensagens: 1.005
shorebrak será famoso em breveshorebrak será famoso em breve
Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

Citação:
Mensagem Original de Grolubao Ver Mensagem

Neste momento estou a pensar abandonar o país e ir para a cidade da música: Londres. Quero estar o máximo preparado, e esperar que a sorte me brilhe e que consiga entrar num projecto que tenha projecção, pois de outra forma não conseguirei ser profissional. Se tudo correr mal? Tenho um curso que me apoia.

Neste momento tenho aproveitado grande parte do meu tempo para estudar ao máximo bateria, para estar o mais preparado possível, porque gosto do saber, e porque me dá prazer.
Muito Boa Sorte Camarada
Força Nisso
shorebrak não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 14 de Maio de 2008   #30
tonydr1ve
 
Membro desde: 19-Mai-2006
Local: Santa Maria da Feira
Mensagens: 988
tonydr1ve é um glorioso foco de luztonydr1ve é um glorioso foco de luztonydr1ve é um glorioso foco de luztonydr1ve é um glorioso foco de luztonydr1ve é um glorioso foco de luztonydr1ve é um glorioso foco de luztonydr1ve é um glorioso foco de luztonydr1ve é um glorioso foco de luztonydr1ve é um glorioso foco de luz
Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

Boas.

O factor financeiro é determinante para a formação de um pro, mas, quanto a mim, no espaço de tempo que vai demorar essa formação.

Com dinheiro já sabemos o que acontece: bons professores, bom material, disponibilidade para estudar 3/4 horas por dia ou mais...

Sem dinheiro, a vontade humana (e estou a falar da verdadeira VONTADE) ultrapassa todas as dificuldades. Claro que demora mais algum tempo porque os meios, ou a falta deles, são diferentes.
(E agora um parêntesis. Eu quando comecei a tocar bateria não havia internet, e quando apareceu, não havia emule, nem youtube. A malta ia ver concertos e absorvia tudo o que podia,e digo tudo, tudo, tudo, vocês "gajos novos" têm uma grande vantagem sobre nós "cotas" ).





Na minha opinião, e comecei a pensar assim há relativamente pouco tempo, um "pro" é quele que consegue pagar as contas com o dinheiro que ganha da sua profissão, neste caso o tocar bateria.

No meu ponto de vista, tenho que dividir imediatamente isto em dois tipo de "pros":

1 - os que são profissionais contratados, que, pelo esforço, pela dedicação, pelo investimento pessoal (dinheiro, tempo), se especializaram (e vão especializando) em serem o melhor que podem ser na arte de acompanhar outros músicos (artistas), e que, fruto desse trabalho vão fazendo concertos, fazendo sessões de estúdio, dando aulas, etc.

2 - os que são profissionais na sua própria banda, que, pelo esforço, pela dedicação, pelo investimento pessoal (dinheiro, tempo), se especializaram (e vão especializando) em serem o melhor que podem ser na arte de fazer música, e que, fruto desse trabalho vão fazendo concertos, fazendo sessões de estúdio, dando aulas, etc.


E, no meu ponto de vista, há uma diferença abismal entre estes dois, que podendo estar no mesmo "patamar" de profissionalismo, nada têm que ver um com o outro. E a diferença é a seguinte:

O 2º, face á ditadura de mercado, vai sempre, mas sempre ter mais "prejuízo" que o outro (estou a falar no nosso mercado). Porque, enquanto o 1º tem tudo pronto na hora de fazer o seu trabalho, o 2º tem que preparar/trabalhar tudo até à hora de fazer o seu trabalho.

Reparem que:

- já não há, ou vão escasseando, editoras major a adiantar dinheiro às bandas para gravarem discos;
- já não há promotoras que façam o seu trabalho mediante uma percentagem da venda de discos (que cada vez é menor);
- já não há managers que invistam na carreira da banda para que o sucesso seja mais potenciado;
- já não há os sítios regulares, onde as bandas tinham a sua componente "ao vivo" assegurada, esses sítios, continuam a contratar bandas na base promocional para terem "animação" assegurada pelo menor preço possível, consequentemente, e porque as bandas se querem profissionalizar, optam por não tocar, deixando espaço para que outras bandas (que erradamente se sujeitam a pagar para tocar) vão aparecendo. [quando digo pagar para tocar, é tocar pelo "gasóleo"]


Tudo isto, juntamente com a falta de tempo e dinheiro para o investimento na carreira pessoal (que está sempre aliada à carreira da banda onde o investimento maior é sempre feito em deterimento do pessoal), faz com que cada vez menos existam bateristas dispostos a arriscar a sua carreira como profissionais na sua própria banda. (isto como parêntesis: gostaria de ir ao masterclasse do Vicky, mas a banda precisa sempre de dinheiro, logo.... sabem onde isto vai dar).


Em relação aos patrocínios/endorsements, nada vem sem que as marcas vejam dedicação, trabalho hárduo, empenho e acima de tudo viabilidade económica. Porque desengane-se aquele que pense que um patrocínio/endorsement aparece caído do céu e sem contrapartidas financeiras (investimento pessoal, tempo e dinheiro gasto).
[e acho justo que, para um baterista que tanto investiu na sua carreira, ao menos um descontozinho na hora de comprar material sabe bem... ]

Abraços.

tony_DR1VE

P.S. em reposta:

Citação:
Neste momento estou a pensar abandonar o país e ir para a cidade da música: Londres. Quero estar o máximo preparado, e esperar que a sorte me brilhe e que consiga entrar num projecto que tenha projecção, pois de outra forma não conseguirei ser profissional. Se tudo correr mal? Tenho um curso que me apoia.
Tens sorte (mérito) Grolubao, porque eu (e não sou o único), para me profissionalizar, tive que escolher entre continuar os estudos, ou apostar forte e feio na música/bateria. E escolhi, como diz o Madeira, uma profissão onde nunca vou ter de trabalhar.
Já agora, POWER nesse projecto londrino... que consigas!!!

Citação:
e por cima aqui em portugal a CUNHA é sempre grande
Super, não é fácil haver cunhas numa arte tão sublime na execução como a de tocar bateria. Ou tocas ou não tocas. Agora, que, entre escolher entre dois bateristas que toquem bem, se puder escolher aquele com quem me dou melhor, ou aquele que me poderá trazer benefícios financeiros, nem duvides que escolho o segundo. Porque ao fim e ao cabo, a música não é só feeling e boa onda, também é negócio.
Não te esqueças que o factor humano (a personalidade, a forma de trabalhar, etc, etc) também conta. (mas isto daria para outro post ).


Já chega...

Desculpem o testamento.
__________________
[SIGPIC][/SIGPIC]
"...one minute of success, takes a lifetime of hardwork..."Btrue to yourself... | Btrue to your music... | NEVER GIVE UP!!!
tonydr1ve não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 14 de Maio de 2008   #31
Alex Soares
 
Membro desde: 21-Out-2007
Local: Alentejo
Mensagens: 1.777
Alex Soares é um glorioso foco de luzAlex Soares é um glorioso foco de luzAlex Soares é um glorioso foco de luzAlex Soares é um glorioso foco de luzAlex Soares é um glorioso foco de luzAlex Soares é um glorioso foco de luzAlex Soares é um glorioso foco de luzAlex Soares é um glorioso foco de luzAlex Soares é um glorioso foco de luzAlex Soares é um glorioso foco de luzAlex Soares é um glorioso foco de luz
Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

Boas!!!

Depende onde se quer chegar com o "PRO".
Tao a falar de ser um excelente baterista, ou de ser um baterista profissional?
A meu ver existe diferentes caminhos para la chegar, mas a partida quando o principal rendimento em casa vem da bateria ja se é profissional, ou nao?
Agora...
*Pode-se ser um baterista que apenas cumpre os minimos exigidos e ter a sorte de estar numa banda que alcança um estatuto de "mainstream", nao será um baterista versatil, mas vive da bateria "È profissional". por exemplo como esse do Tokio Hotel (que eu nao sei quem é) ou até mesmo a "Meg White", mas isto nao quer dizer que se tenha que ser um menos bom baterista para fazer parte de uma banda de "mainstream"LOL
*Pode-se passar a juventude toda a estudar nas melhores escolas, com os melhores professores, tirar um curso superior sobre a bateria. Por exemplo numa "Berklee" ou "Conservátorio De Viena" se acabares com boas notas nem é necessario ires feito pedinte as grandes marcas, elas vêm ter contigo com propostas de patrocinio. Depois é so começar a fazer Masterclass, workshop, trabalhos de "estudio" etc. Vivem da bateria "é profissional" como por exemplo Thomas Lang, Steve Gadd ou o grande Jeff Porcaro
*Pode-se se ser um autodidacta ou ter aulas com professores privados, competir num concurso de bateria com "boa Imagem", ganhar e conseguir patrocinios que o levem a mostrar as suas qualidades pelo mundo. vive da Bateria "e profissional" como por exemplo Eric Moore II ou Thomas Pridgen.

Meus amigos as possiblidades sao tantas, mas o que eu quero dizer com isto foi o que ja referi acima, se o rendimento vem da bateria é profissional, independente das qualidades que se tenha como baterista.

Agora sobre a fama de um baterista...
Isso ja é um assunto mais complicado e não me quero alargar muito sobre o assunto para não entrar em discuções desnecessarias ou comparaçoes de Pilas (como diz o grande TASSE).
Mas Infelizmente hoje em dia e não apenas na bateria o facto de se ter talento ou até mesmo ter trabalhado para conseguir chegar a um patamar elevado, em nada contam para que se seja famoso. Pode se ser um baterista que nem sabe minimamente o que esta a fazer e ter a sorte de tocar numa banda famosa e chegar aos grammy awards de hummer sem t-shirt com duas loiras mamalhudas e uma garrafa de vodka na mão, a caminho da entrada derrubar 1 ou 2 fotógrafos e está feito, vai passar o resto do ano a aparecer em revistas da treta, os rapazes de 11 e 12 anos vão o venerar e pensar logo que é o melhor baterista do mundo, e infelizmente a opinião de um influencia outro e quando se da por isso ja se tem uma legião de fãs, e não interessa que existiu/exista bateristas como Buddy Rich etc, estes e que vão fazer fortunas, ser a "imagem do instrumento" (se é que me entendem), e chamar a atençao de grandes empresas devido a ser uma "marca apetecível" e que vende. "O QUE FAZ GIRAR O MUNDO É O DINHEIRO".
Existe "grandes bateristas" (e com isto nao quero dizer os melhores nem nada que se pareça) que são aqueles que estão uma tour com por exemplo uma Madonna e que a seguir estão noutro estilo musical qualquer sem nunca perder qualidade nos seus trabalhos, mas infelizmente apesar do grande talento nao são comercialmente atractivos e hoje em dia esta é a prioridade...

Abraço
__________________
[ex-Alex10]

Última edição de Alex Soares : Qua, 14 de Maio de 2008 às 06:12.
Alex Soares não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 14 de Maio de 2008   #32
Grolubao
 
Membro desde: 18-Ago-2006
Local: Amesterdão
Mensagens: 1.791
Grolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixe
Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

Não, não não! Ser endorsee de uma marca em nada tem a ver com tocar bem haver dedicação, trabálho arduo ou empenho, tem somente a ver com visibilidade.
Se estás numa banda que dá + de 10/15 gigs por mês em sítio com relevância, se tás numa banda q vai à MTV, se tás numa banda que vai fazer uma tour mundial, ou se aparece na TV, então tens o endorse. Pouco lhes importa se o gajo toca bem ou não, eles querem é que o máximo número de pessoas veja a bateria que ele toca, nada mais do q isso.

Pearl welcomes Avril Lavigne Avril Lavigne continues to conquer the charts her most recent CD, "Best Damn Thing" Don't miss her playing her MCX Masters Series Pink Sparkle kit (with pink cymbals!) on tour.


Achas mesmo que a Avril Lavigne merece ter um patrocínio pelo seu árduo trabalho como baterista? It's all about the show...



E sim, é preciso dinheiro para estudar, ou melhor é preciso dinheiro para nos suportar vitalmente, e que possibilite que nos possamos dedicar a 100% ao instrumento. Quando comecei a tocar, há cerca de 10/11 anos nao havia igualmente internet, e td o q se aprendia era através de aulas. Felizmente tive um professor que me ensinou a moeller, pq caso contrário só quando a internet/youtube apareceu é q teria conhecimento de tal cena.
O conhecimento na altura tinha um valor extraordinário, hoje em dia nem por isso.

Última edição de Grolubao : Qua, 14 de Maio de 2008 às 09:07.
Grolubao não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 14 de Maio de 2008   #33
DeadsilentJoe
 
Membro desde: 26-Nov-2007
Local: Funchal
Mensagens: 38
DeadsilentJoe está no bom caminho
Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

Isto já parece um forum de guitarristas...
DeadsilentJoe não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 14 de Maio de 2008   #34
tonydr1ve
 
Membro desde: 19-Mai-2006
Local: Santa Maria da Feira
Mensagens: 988
tonydr1ve é um glorioso foco de luztonydr1ve é um glorioso foco de luztonydr1ve é um glorioso foco de luztonydr1ve é um glorioso foco de luztonydr1ve é um glorioso foco de luztonydr1ve é um glorioso foco de luztonydr1ve é um glorioso foco de luztonydr1ve é um glorioso foco de luztonydr1ve é um glorioso foco de luz
Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

Boas.

Grolubao, eu estou a falar no nosso mercado
No mercado internacional não tenho conhecimento para falar, mas pelas evidências, a componente financeira é mais presente

E no nosso mercado, onde é há um baterista faça isto???

Citação:
Se estás numa banda que dá + de 10/15 gigs por mês em sítio com relevância, se tás numa banda q vai à MTV, se tás numa banda que vai fazer uma tour mundial, ou se aparece na TV, então tens o endorse. Pouco lhes importa se o gajo toca bem ou não, eles querem é que o máximo número de pessoas veja a bateria que ele toca, nada mais do q isso.
A exposição da marca conta, mas há também os outros factores.

Abraços.

tony_DR1VE
__________________
[SIGPIC][/SIGPIC]
"...one minute of success, takes a lifetime of hardwork..."Btrue to yourself... | Btrue to your music... | NEVER GIVE UP!!!
tonydr1ve não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 14 de Maio de 2008   #35
Grolubao
 
Membro desde: 18-Ago-2006
Local: Amesterdão
Mensagens: 1.791
Grolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixe
Re: Debate: O que é preciso para se ser um 'PRO'? Tem que se ter dinheiro? Participa!

Como assim? Obviamente n há bateristas a fazer tour mundiais. Mas todos os que são endorsee têm visibilidade a nível nacional, ou está em projectos de grande porte, ou vão à tv, etc, n é por tocarem bem certamente. Até podem fazê-lo, mas não é por isso a razão final.

Pensa a nível da marca, qual a razão que teriam? É como um anúncio, só rende se for passado a horas que as pessoas vejam, por melhor que ele seja.
Grolubao não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Resposta



Opções

Regras
Aqui não podes criar novos assuntos
Aqui não podes responder a mensagens
Aqui não podes colocar anexos
Aqui não podes editar as tuas mensagens

Código vB está Ligado
Smilies estão Ligados
Código [IMG] está Ligado
Código HTML está Desligado
Escolher Fórum

Assuntos Semelhantes
Assunto Autor do Assunto Fórum Respostas Última Mensagem
PRATOS – Dicas para uma correcta Escolha e Teste João Timbalão Pratos (Cymbals) 43 Sex, 29 de Agosto de 2014 12:13
ESTUDO: O som e o isolamento acústico seis_e_meia Som, Acústica, Software e Sites de internet 12 Ter, 2 de Outubro de 2012 23:12
REPORTAGEM/APRECIAÇÃO: Janus Double Ergo Pedal (muitas fotos!) pulp_fiction Hardware, Acessórios e Equipamentos 66 Seg, 30 de Novembro de 2009 00:12



São agora 08:10. (horário GMT +1)


Design by: vithorius
Copyright ©2001 - 2021, Fórum BateristasPT.com
Powered by vBulletin®
Copyright ©2000 - 2021, Jelsoft Enterprises Ltd.
Gravatar as Default Avatar by 1e2.it